Representante do setor salineiro agradece apoio da Câmara Municipal

por Amanda Santana Balbi publicado 11/10/2017 12h22, última modificação 11/10/2017 12h22
O ex-vereador Renato Fernandes ocupou a tribuna popular dessa quarta-feira (11), para falar sobre as dificuldades que a indústria salineira está enfrentando no Rio Grande do Norte e agradecer o apoio dos vereadores da Câmara.
Representante do setor salineiro agradece apoio da Câmara Municipal

Foto: Edilberto Barros

O ex-vereador Renato Fernandes ocupou a tribuna popular dessa quarta-feira (11), para falar sobre as dificuldades que a indústria salineira está enfrentando no Rio Grande do Norte e agradecer o apoio dos vereadores da Câmara.

Renato explicou a importância da indústria salineira que está enfrentando dificuldades devido a medidas adotadas pelo Ministério Público. “Minha presença aqui é primeiro um pleito de gratidão pelo apoio dos vereadores desta Casa na audiência pública realizada em Brasília, com o presidente Temer, onde pedimos apoio para o setor salineiro. Também vim aqui hoje para explicar o que está acontecendo com a nossa indústria e a importância de a defendermos.”, explicou.

A indústria salineira no Rio Grande do Norte compreende mais de 90% da produção do sal nacional. “Hoje estamos atravessando uma crise gravíssima. O Ministério Público quer que afastemos os muros de contenção e, se essa determinação prosseguir, a indústria salineira do RN vai parar. Estamos prontos para formar parcerias para reflorestamento, de forma responsável, com entidades que venham nos procurar. ”, disse Renato.

O pleito da indústria brasileira é para tornar o sal um produto de interesse social, diante da importância que este produto representa economicamente e socialmente para o Brasil, especialmente para o Rio Grande do Norte. Os vereadores da Câmara Municipal de Mossoró assinaram um documento que foi encaminhado aos senadores e deputados, pedindo atenção às questões enfrentadas pelo setor. “O trabalho que os vereadores desta Casa estão fazendo é vital. Precisamos fazer pressão para que Brasília atenda nosso pleito.”, finalizou Renato.

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.