Notícias

por Interlegis — publicado 11/02/2021 15h16, última modificação 23/02/2021 16h13
Banco de notícias desta Casa Legislativa.

Marleide Cunha defende sindicato e pede respeito aos servidores públicos

por Sérgio Oliveira publicado 30/03/2022 12h17, última modificação 30/03/2022 12h17
Vereadora disse que é mulher, sindicalista e professora com orgulho
Marleide Cunha defende sindicato e pede respeito aos servidores públicos

Vereadora Marleide Cunha. Foto: Edilberto Barros/CMM

Reagindo às constantes críticas direcionadas ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Sindserpum), a vereadora Marleide Cunha (PT) que já presidiu a entidade, pediu respeito. Entende a parlamentar que existe nenhum fundamento nas críticas quanto ao possível enriquecimento ilícito da entidade, lembrando que o sindicato não recebe dinheiro de nenhum ente público, e sim dos próprios associados, ou seja, o servidor. 

Lamentou que as críticas tenham surgido dentro da própria Câmara Municipal, citando como seu autor o vereador Raério Araújo (PSD). “Esse vereador deveria se preocupar com o dinheiro público, esse sim, é de responsabilidade e fiscalização dos vereadores, como foi a suplementação orçamentária aprovada nesta casa, valor de R$ 183 milhões, quando o próprio Raério não leu o que votou”, sentenciou. No entendimento da vereadora, agredir o sindicato é agredir a própria democracia. Marleide acrescentou que, talvez, o vereador Raério esteja irritado com os servidores por conta da decretação da greve da categoria. 

Projetos

Nesta quarta-feira, 30, chegou para apreciação da Câmara Municipal o Projeto do Executivo que trata do complemento de salários de servidores municipais. “Esse projeto só vai completar salário de servidores que ganham menos que um salário mínimo. Não existiu nenhuma conversa sobre isso. Mais de um ano do atual prefeito sem reajuste, somando-se à gestão passada. Não é reajuste, é só complemento, por exemplo, se falta só 80 reais para completar o salário mínimo, só isso que terá. E isso não é valorizar servidor”, avaliou Marleide, acrescentando que o servidores da saúde estão massacrados e por isso estão fazendo greve. 

De acordo com a vereadora, o prefeito foi para as redes sociais dizer que daria até 32 por cento aos servidores de reajuste. “É mentira, coisa de mentiroso. Não existe isso desse reajuste, embora tenha gente que não gosta que eu fale assim, porém hoje nós temos em Mossoró servidor em greve, pagando para trabalhar”, reforça. A vereadora disse ainda que, diante desse quadro, pode afirmar que o serviço público em Mossoró só funciona, graças aos servidores, mesmo sem o salário digno. A parlamentar acrescenta que essa realidade não cabe na mídia, é escondida, e é por isso que ela usa o seu mandato para observar e denunciar essa situação. 

Outro projeto que chegou à Casa diz respeito ao piso dos professores. Lembrou Marleide Cunha que o acordo foi fechado dia 10 de março e no dia 11 os professores aprovaram a proposta, mesmo sabendo que não era aquilo que queriam. “Fui para a assembleia e disse à categoria que neste momento não podemos fazer greve. Não por conta da proposta, e sim por conta do limite eleitoral”, reforçando que nesse período fica proibido qualquer reajuste ou negociação nesse sentido. O que existiu com essa proposta de última hora, sem prazo maior para negociar, entende a vereadora, foi um roubo no direito dos professores e professoras de Mossoró, perdendo todo retroativo até 2003, porém, através da luta da categoria, a vereadora disse que irá atrás, na hora certa, de tudo que se tem direito. 

Finalizando a sua fala, a vereadora Marleide Cunha fez um registro preocupante. “Registrar que a situação desta casa chegou ao nível de agressão que as pessoas estão temendo pela minha vida. Recebo várias mensagens pedindo para ter cuidado, e eu digo às pessoas que não se preocupem que não chega a esse nível”, comentou. Marleide encerrou dizendo que é mulher, sindicalista e professora com muito orgulho e ninguém irá calar sua voz. 


Lucas das Malhas agradece ao Governo Federal pelas ações em favor de Mossoró

por Sérgio Oliveira publicado 30/03/2022 12h13, última modificação 30/03/2022 12h13
Vereador disse que ação contou com habilidade do prefeito
Lucas das Malhas agradece ao Governo Federal pelas ações em favor de Mossoró

Vereador Lucas das Malhas. Foto: Edilberto Barros/CMM

O vereador Lucas das Malhas (MDB) usou a tribuna da Câmara Municipal de Mossoró, nesta quarta-feira, 30, para agradecer. A palavra do parlamentar foi direcionada às ações do Governo Federal que estão beneficiando a cidade de Mossoró que, segundo ele, graças aos recursos liberados, vem sendo possível realizar sonhos antigos da população em favor do seu desenvolvimento. 

Em seu discurso de reconhecimento o vereador Lucas dedicou em especial seus agradecimentos a dois ministros e ao prefeito do município. “Quero agradecer e parabenizar os ministros Fábio Faria, da Comunicação, e Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional, além do prefeito Allyson Bezerra, pois foi na conversa entre eles que nasceu a possibilidade dos investimentos”, comentou. O vereador disse que no início da gestão se preocupava com o fato do prefeito não dispor de aliança política em Brasília, porém, com habilidade, Allyson Bezerra viajou, conversou e conseguiu as verbas para a realização de obras importantes. 

Como exemplo o vereador citou que, junto ao ministro Fábio Faria, a Prefeitura de Mossoró conseguiu a liberação de R$ 16 milhões para a saúde, mais R$ 20 milhões a serem investidos na educação somados a R$ 4 milhões destinados à assistência social, mais R$ 6 milhões para perfuração de poços, R$ 1 milhão para manutenção de estradas e mais R$ 2 milhões para instalação de internet nas escolas. Em relação ao ministro Rogério Marinho, o destaque ficou com a assinatura da ordem de serviço para a construção de um novo anel viário na cidade, esse ligando a BR-110 a BR-304. 

A obra do anel viário ligando a BR-110 a 304, destacou Lucas das Malhas, é uma obra que vai melhorar a mobilidade urbana e o setor salineiro além de beneficiar outros profissionais, como por exemplo, os caminhões que serão beneficiados. “Não poderia deixar de fazer esse registro e agradecer a todos os envolvidos pelas conquistas de obras de várias décadas aguardadas em Mossoró”, acrescentou o vereador dizendo, ainda, que todas as conquistas darão mais celeridade na economia do município. 


Câmara autoriza crédito suplementar no Orçamento

por Regy Carte publicado 28/03/2022 14h46, última modificação 28/03/2022 14h46
A medida, segundo a Prefeitura, corrigirá o desequilíbrio orçamentário, decorrente do reajustes
Câmara autoriza crédito suplementar no Orçamento

Sessão extraordinária da Câmara Municipal de Mossoró, nesta segunda-feira, 28 (foto: Edilberto Barros/CMM)

Em sessão extraordinária, hoje (28), o plenário da Câmara Municipal de Mossoró aprovou o Projeto de Lei Ordinária do Executivo 24/2022, com 12 votos favoráveis. A proposta autoriza crédito suplementar no Orçamento do Município, de R$ 183 milhões e 160 mil.

A medida, segundo a Prefeitura, corrigirá o desequilíbrio orçamentário, decorrente do reajuste de 33,67% de professores da educação básica, progressões funcionais de 997 de trabalhadores da educação e 116 profissionais de segurança municipal.

A sessão extraordinária foi realizada das 9h até por volta das 15h e ocorreu sob protestos da bancada de oposição. Líder oposicionista, o vereador Professor Francisco Carlos (PP) disse que a sessão é ilegal, ao arrepio do Regimento Interno. “Para serem votados, os projetos precisam do prazo mínimo de oito dias, mas foram apresentaram quinta-feira passada”, argumentou.

Outro entendimento, contudo, apresentou o líder da situação, vereador Genilson Alves (Pros), com base em parecer da Procuradoria Jurídica da Câmara. “O prazo mínimo de oito dias se aplica para pedido de urgência especial e em sessão ordinária. Não há essas duas situações”, ponderou, ao acrescentar que a sessão extraordinária tem base legal.

Segundo a Mesa Diretora da Câmara, a reunião é baseada no artigo 30 da Lei Orgânica do Município (LOM), que prevê convocação de sessão extraordinária por requerimento da maioria dos vereadores (foi assinado por 12 parlamentares), em caso de urgência ou interesse púbico relevante; com base também no artigo 176 do Regimento Interno da Casa.

Plenário aprova projetos do Executivo que trata do Previ Mossoró

por Sérgio Oliveira publicado 28/03/2022 14h28, última modificação 28/03/2022 14h28
Propostas criam Previdência Complementar e autorizam parcelamento de dívida
Plenário aprova projetos do Executivo que trata do Previ Mossoró

Diretor da Previ, Paulo Linhares (dir.) esteve no plenário para dialogar com vereadores sobre projeto do Previ (foto: Edilberto Barros/CMM)

Atendendo solicitação enviada pelo chefe do Executivo Municipal, prefeito Allyson Bezerra (Solidariedade), a Câmara Municipal de Mossoró se reuniu extraordinariamente hoje, 28, para analisar e votar alguns projetos. Entre eles, dois relacionados ao Regime Próprio Previdência Social (RPPS) do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Mossoró (Previ Mossoró). Ambos foram aprovados.

O primeiro trata da instituição obrigatória, de acordo com justificativa do autor, do Regime de Previdência Complementar e o segundo, solicitando o parcelamento de débito da Prefeitura de Mossoró junto ao Instituto Municipal de Previdência Social dos Servidores de Mossoró (Previ-Mossoró).

Em relação à criação do Regime de Previdência Complementar, o prefeito justifica que essa proposta se baseia na Emenda Constitucional 103, de 12 de dezembro de 2019, que obriga os municípios a promoverem diversas adequações em relação à Reforma Previdenciária.

Explica que as alterações nos artigos 19 e 20 da Lei Orgânica Municipal promovida em 25 de fevereiro de 2022, promoveram mais segurança aos servidores que ingressaram no serviço público até esta data. Aos demais servidores essa proposta será facultativa, permanecendo as normais anteriormente vigentes. 

Parcelamento

Quanto ao pedido relacionado às dívidas do município com o Instituto de Previdência dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Previ Mossoró), o prefeito pede ao poder legislativo que autorize não só esse parcelamento, como também o seu reparcelamento daquilo que foi anteriormente pactuado. A proposta gira em torno das dívidas das contribuições patronais e os acordos de parcelamentos autorizados pelo Ente Federativo até 31 de dezembro de 2021, no período mais grave da pandemia da Covid-19.

Ainda na justificativa, o prefeito argumenta que o Município poderá, com esse parcelamento, regularizar o débito junto ao RPPS. No texto lembra ainda que essa dívida foi construída por gestões anteriores até a data de 1º de janeiro de 2021. No sentido de facilitar o trabalho da atual gestão nos mais diferentes setores, o pedido é de parcelamento em 240 meses, e assim garantir a saúde financeira do município. Concluiu o Executivo em sua justificativa.

Aprovado programa com descontos de até 90% para contribuintes em débito

por Amanda Santana Balbi publicado 28/03/2022 11h35, última modificação 28/03/2022 14h25
Programa de Parcelamento Incentivado foi aprovado hoje, na Câmara
Aprovado programa com descontos de até 90% para contribuintes em débito

Plenário da Câmara. Foto: Edilberto Barros/CMM

Na manhã desta segunda-feira, em uma sessão extraordinária, os vereadores da Câmara Municipal de Mossoró aprovaram um projeto de lei do Poder Executivo municipal para criar o Programa de Parcelamento Incentivado (PPI), destinado a promover a regularização de créditos tributários da Fazenda Pública Municipal, vencidos até dia 31 de dezembro de 2021.

Pelo PPI, pagamentos atrasados de IPTU, taxas de acondicionamento, remoção, controle, transporte e destinação final de lixo, de localização de estabelecimentos, de fiscalização de funcionamento e instalações, impostos sobre serviços de qualquer natureza (ISS) poderão ser parcelados.

Para aderir ao Programa e ter direitos aos benefícios da lei, o contribuinte fica obrigado a regularizar seus débitos vencidos com a Fazenda Pública de Mossoró até o dia 01 de janeiro de 2022. Os descontos para quem aderir são de 30% até 90% no valor da dívida, a depender da quantidade de parcelas, que podem chegar a 72 meses.

Câmara de Mossoró convoca sessão extraordinária

por Regy Carte publicado 26/03/2022 17h52, última modificação 26/03/2022 17h52
Reunião votará projetos da Prefeitura, segunda-feira (28), às 9h
Câmara de Mossoró convoca sessão extraordinária

Plenário da Câmara: sessão extraordinária, segunda-feira, 28, às 9h (foto: Arquivo/CMM)

A Câmara Municipal de Mossoró votará quatro projetos de Lei da Prefeitura, em sessão extraordinária, segunda-feira (28), às 9h. A sessão foi convocada pela maioria dos vereadores.

O primeiro item da pauta é o Projeto de Lei Complementar do Executivo 1/2022, que institui o Programa de Parcelamento Incentivado (PPI) de créditos tributários.

Está pautado também o Projeto de Lei Ordinária do Executivo 23/2022, o qual fixa fundamentos legais do Regime de Previdência Complementar do Município de Mossoró.

Outra proposta é o parcelamento de débitos da Prefeitura com a Previdência Municipal, contido no Projeto de Lei Ordinária do Executivo 27/2022.

Por fim, o plenário analisará o projeto de Lei Ordinária do Executivo 24/2022, que autoriza abertura de crédito suplementar no Orçamento do Município.

A sessão será transmitida ao vivo pela TV Câmara Mossoró (canal 23.2 TCM Telecom e canal Câmara Municipal de Mossoró no Youtube).

Comissão de Educação debate inclusão e exclusão escolar

por Sérgio Oliveira publicado 26/03/2022 17h49, última modificação 26/03/2022 17h49
Vereador Professor Francisco Carlos coordenou o encontro
Comissão de Educação debate inclusão e exclusão escolar

Participantes posam para foto ao final da reunião da Comissão de Educação da Câmara (foto: Edilberto Barros/CMM)

Em mais uma reunião da Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Cecel) da Câmara Municipal de Mossoró (CMM), um novo tema importante foi debatido, sexta-feira (25). Presidida pelo vereador Professor Francisco Carlos (PP), a reunião também contou com a presença da vereadora e também professora Marleide Cunha (PT) integrante da comissão. Como sempre faz, a Cecel convida representantes de diferentes segmentos da sociedade mossoroense para debater o tema do dia.

Para essa reunião, foi colocado em debate o tema “A Inclusão/Exclusão Escolar de Crianças e Adolescente em Acolhimento Institucional. “Aqui não se trata de audiência pública, é uma reunião da comissão que busca colher da sociedade informações que possam embasar futuras propostas dentro do próprio legislativo”, explicou Francisco Carlos.

Citando como exemplo de uma situação que precisa de urgente reparos, o professor lembrou das crianças e adolescentes que ficaram sem aula no período da pandemia pela falta de equipamentos ou o desconhecimento do seu uso, em relação às aulas remotas via internet. Prejuízos no aprendizado que, segundo o vereador, pode prejudicar toda uma geração.

Representatividade

A mesa da reunião foi composta, além dos dois vereadores da Comissão, pelo Promotor de Justiça da Comarca (12ª) e do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça da Infância, Juventude e Família (Caopij/MPRN), Sasha Alves do Amaral, ao lado de Joana D`arc de Morais, presidente da ONG Afeto (Grupo Afeto de Apoio à Criança), e ainda o professor Jadson Arnaud, diretor da 12ª Diretoria Regional de Educação e Desporto (12ª Dired).

Além dos membros da mesa, estavam presentes no plenário representantes de várias entidades, tais como, OAB, Uern, CDL, Agentes de Proteção, Comdica Mossoró (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e dos Adolescentes), entre outras.

Palavra facultada

O primeiro a fazer uso da palavra foi o Promotor Sasha Alves, que dividiu o seu tempo com as técnicas do Ministério Público Jéssica e Ana Paula. Em suas considerações sobre o direito à educação das crianças e adolescente em acolhimento, o representante do MPRN destacou no geral a preocupação quando a criança sai de casa e não conta diretamente com a orientação dos pais e depende de um bom serviço de acolhimento.

E, apesar de sair direto para o ambiente escolar, as informações levantadas por uma minuciosa pesquisa mostram que nem sempre se encontra o espaço adequado para abrigar e educar crianças e adolescentes. “A criança no ambiente escolar, não deveria, mas sofre algumas restrições quando saem de casa. É preciso acompanhar e garantir a educação as crianças e adolescentes”, reforçou o promotor, que realiza excelente trabalho no setor.

Na sequência, passou a palavra para a assistente técnica Jéssica, quando ela destacou a importância do tema ainda pouco debatido. Fez um relato da pesquisa realizada para conhecer melhor como acontece esse acolhimento em Mossoró. Focando ainda o trabalho do cuidador, no caso professor, que acompanha, a partir da pandemia, as aulas de forma remota e ainda tem que cumprir outras atividades, promovendo sobrecarga. O mesmo acontece em casa com os pais ou pessoas contratadas. A exclusão quando a pessoa não consegue acessar (internet), citou, foi uma surpresa na pesquisa quando levantadas questões educacionais, hora da aula, equipamentos e tempo para outras tarefas foram os pontos levantados.

Coube na sequência a técnica Ana Paula, também do MP, abordar o tema “Qual a responsabilidade do Acolhimento no ambiente educacional”, também um dos pontos levantados pela pesquisa. Segundo ela, os relatórios deixaram evidentes as deficiências no ambiente educacional, mostrando que, além de não garantir formas de superação das dificuldades no aprendizado, em várias situações as deficiências aumentaram.

Condenou a questão do castigo imposto pelo cuidador (educador) que acabava gerando dificuldade no aprendizado de crianças entre 5 e 11 anos de idade. Ela reconhece que existem bons profissionais, porém defende a necessidade da presença de um assistente social, psicólogo e pedagogo. “Esses possuem um olhar mais focado nos problemas que atingem os menores”, reforçou.

Na sequência dos membros da mesa, fez uso da palavra, a vereadora Marleide Cunha chamando inicialmente para si, na condição de representante do povo, a missão de buscar soluções para os problemas apresentados, lembrando da responsabilidade de quem tem o poder de agir em relação ao tema da reunião. “E, se somos vereadores e temos esse poder, nós vamos exercer e podem contar com a nossa voz”, acrescentou. Destacou, em seguida, a forma como o promotor Sasha Alves trata esse tema, com paixão e dedicação.

Marleide lembra que a ausência de políticas públicas acaba gerando essas dificuldades. Lembrou, inclusive, que no Plano Plurianual (PPA), projeto original enviado pelo Executivo, só eram destinados R$ 45 mil para o setor, e a Câmara, através do seu mandato, iniciou uma campanha junto com a Promotoria propondo R$ 200 mil para o município começar um trabalho de acolhimento na família. A proposta foi derrubada inicialmente, mas depois de novos esforços foi incluída na Lei Orçamentária Anual (LOA). “Foi incluída na LOA, resta lutar para que seja utilizado. Por serem crianças, merecem toda luta necessária para garantir seus direitos”, concluiu.

 O penúltimo da mesa a usar a palavra, Jadson Arnaud, titular da 12ª Dired, falou sobre a importância de conhecer as casas de acolhimentos de Mossoró. “Existe muito a ser feito, principalmente acompanhar os estudantes, saber de suas necessidades e aprendizado”, disse ele, acrescentando que não é só acolher, é importante existir profissionais capazes de entender a situação. Citou ainda que hoje já existe experiência positiva nas escolhas e a Dired fica à disposição de todos.

Por fim, usou a tribuna a representante do Grupo Afeto de Apoio à Criança, Joana D'arc de Morais, que deu depoimentos sob forte emoção ao lembrar das condições das crianças acolhidas e das dificuldades de apoio. Citou a luta para levar as casas de acolhimento voluntários para aula de reforço. “Essa não é uma missão fácil, pois encontramos dificuldades”, disse ela. A dirigente da ONG Afeto disse que é preciso tirar de encontros como esse realizado pela Câmara Municipal, ideias que sejam colocadas em prática, pois a lei já existe, citando o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), lembrando que é preciso agora fazer valer e assim as crianças vivam com dignidade.

Parte final

Na sequência dos debates na Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, o vereador Professor Francisco Carlos, na condição de mediador, abriu a palavra para os representantes das entidades presentes. Momento no qual todos tiveram oportunidade de apresentar suas sugestões para a elaboração de um documento que será apresentado em breve e, nos pontos legalmente possíveis, transformados em propostas para serem debatidas e votadas no plenário do legislativo mossoroense.

Câmara realiza sessão solene para homenagear entidades que desenvolvem ações de preservação ao meio ambiente

por Amanda Santana Balbi publicado 25/03/2022 11h45, última modificação 25/03/2022 11h50
Solenidade foi uma parceria com o Instituto Lixo Zero
Câmara realiza sessão solene para homenagear entidades que desenvolvem ações de preservação ao meio ambiente

Foto: Edilberto Barros/CMM

A Câmara Municipal de Mossoró realizou, na quinta-feira (24) a tarde, uma sessão solene em parceria com o Instituto Lixo Zero para homenagear entidades e pessoas que contribuem com a preservação do meio ambiente através da reciclagem e descarte adequado do lixo em empresas e instituições públicas e privadas.

Na ocasião, nove Moções de Congratulação para pessoas e entidades foram entregues. A sessão solene foi uma proposição do vereador Paulo Igo (SD) e foi presidida pelo vereador Costinha (MDB) “Nosso objetivo é incentivar cada vez mais a reciclagem e a reutilização. É cada vez mais importante a consciência pela preservação do meio ambiente”, afirmou Costinha, durante a solenidade.

 

Confira abaixo a lista dos homenageados:


REQUERIMENTO NÚMERO 48 DE 2022

REQUER MOÇÃO DE APLAUSOS PARA A ASSOCIAÇÃO DE CATADORES DE MATERIAIS RECICLÁVEIS DE MOSSORÓ – ASCAMAREM

AUTOR: VEREADOR PAULO IGO 

A ASCAMAREM DESENVOLVE UM TRABALHO PIONEIRO NA CIDADE DE MOSSORÓ/RN, POR MEIO DA COLETA SELETIVA DE LIXO, PROPICIANDO O REAPROVEITAMENTO E RECICLAGEM DOS RESÍDUOS QUE SÃO DESTINADOS AO ATERRO. ESTES PASSAM POR UM PROCESSO DE TRIAGEM, SENDO DESTINADOS A DIVERSAS FORMAS DE REUTILIZAÇÃO E TRANSFORMAÇÃO DO RESÍDUO.

 

REQUERIMENTO NÚMERO 47 DE 2022

REQUER MOÇÃO DE APLAUSOS PARA A ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA RECICLANDO PARA A VIDA – ACREVI.

AUTOR: VEREADOR PAULO IGO 

A ACREVI DESENVOLVE UM TRABALHO PIONEIRO NA CIDADE DE MOSSORÓ/RN, POR MEIO DA COLETA SELETIVA DE LIXO, PROPICIANDO O REAPROVEITAMENTO E RECICLAGEM DOS RESÍDUOS QUE SÃO DESTINADOS AO ATERRO. ESTES PASSAM POR UM PROCESSO DE TRIAGEM, SENDO DESTINADOS A DIVERSAS FORMAS DE REUTILIZAÇÃO E TRANSFORMAÇÃO DO RESÍDUO.

  

REQUERIMENTO NÚMERO 42 DE 2022

REQUER MOÇÃO DE APLAUSOS PARA O PROGRAMA MANHÃ TCM E PARA O QUADRO MAIS VERDE

AUTOR: VEREADOR PAULO IGO

O CONTEÚDO DO QUADRO “MAIS VERDE” QUE ATENDE AO SELO DE RESPONSABILIDADE AMBIENTAL DA TCM, TEM COMO MISSÃO COMPARTILHAR, POR MEIO DE MATÉRIAS E ENTREVISTAS AO VIVO, INFORMAÇÕES DE COMO AS PESSOAS PODEM CUIDAR MELHOR DO MEIO AMBIENTE, COM DICAS DE SUSTENTABILIDADE E DE BOAS PRÁTICAS AMBIENTAIS. EM PAUTA ABORDAM-SE TEMAS DIVERSOS, TAIS COMO: DESCARTE DOS RESÍDUOS SÓLIDOS, COMPOSTAGEM, CUIDADOS COM PLANTAS, HORTAS, AQUECIMENTO GLOBAL. 


REQUERIMENTO NÚMERO 41 DE 2022

REQUER MOÇÃO DE APLAUSOS AO SENHOR GILVAN JUSTINO PESSOA ALVES, POR SUA ATUAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES AMBIENTAIS EM NOSSA CIDADE, ATRAVÉS DA COLETA SELETIVA IMPLEMENTADA NA CAERN – COMPANHIA DE ÁGUAS E ESGOTOS DO RIO GRANDE DO NORTE.

AUTOR: VEREADOR PAULO IGO

COLETA SELETIVA É O ATO DE SEPARAR E COLETAR MATERIAIS JÁ USADOS, MAS QUE SÃO RECICLÁVEIS, COMO PAPÉIS, PLÁSTICOS, METAIS E VIDROS, PARA QUE NÃO SEJAM DESCARTADOS COMO LIXO, POSSIBILITANDO ASSIM SUA COMERCIALIZAÇÃO E TRANSFORMAÇÃO EM NOVOS PRODUTOS, POR MEIO DE UM PROCESSO DE RECICLAGEM ARTESANAL OU INDUSTRIAL. A ESTATAL DE ÁGUAS E ESGOTOS DO RN TEM UM PROGRAMA DE COLETA SELETIVA, TENDO COMO SEU IMPULSIONADOR O HOMENAGEADO, QUE, COM ESSA PRÁTICA, PRESTA UM GRANDE SERVIÇO SOCIOAMBIENTAL EM NOSSA CIDADE.

 

REQUERIMENTO NÚMERO 40 DE 2022

REQUER MOÇÃO DE APLAUSOS AO SENHOR RANIERE BARBOSA DE LIRA, POR SUA ATUAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES AMBIENTAIS EM NOSSA CIDADE, ATRAVÉS DA COMPOSTAGEM DOMÉSTICA.

AUTOR: VEREADOR PAULO IGO

A COMPOSTAGEM DOMÉSTICA É UMA FORMA DE APROVEITAR A DECOMPOSIÇÃO NATURAL DO LIXO ORGÂNICO. O PROCESSO, BASICAMENTE, ENVOLVE DECOMPOR ITENS COMO RESTOS DE FRUTAS E SOBRAS DE ALIMENTOS, TRANSFORMANDO-OS EM ADUBO EM UM AMBIENTE CONTROLADO. A COMPOSTEIRA É UM RICO ECOSSISTEMA HIGIÊNICO QUE AJUDA A REDUZIR SEU LIXO E EMISSÕES DE GASES DO EFEITO ESTUFA. OS RESÍDUOS PODEM SER USADOS COMO FERTILIZANTE NA HORTA, JARDIM OU OUTROS LOCAIS, POIS É UMA GRANDE FONTE DE NUTRIENTES PARA PLANTAS; MELHORA O ESTADO DO SOLO, POIS O ADUBO PRODUZIDO PELA COMPOSTAGEM NÃO DESGASTA O SOLO FÉRTIL COMO MUITOS FERTILIZANTES QUÍMICOS.

 

REQUERIMENTO NÚMERO 39 DE 2022

REQUER MOÇÃO DE APLAUSOS PARA A UFERSA – UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO, POR SUA ATUAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES AMBIENTAIS EM NOSSA CIDADE.

AUTOR: VEREADOR PAULO IGO

A PRÁTICA DE COLETA SELETIVA SOLIDÁRIA NA UFERSA FOI INICIADA EM 2013. EM LINHAS GERAIS, A INSTITUIÇÃO CRIOU UMA COMISSÃO PARA A COLETA SELETIVA SOLIDÁRIA, FIRMOU ACORDO COM A ASSOCIAÇÃO DE CATADORES DE MATERIAIS RECICLÁVEIS LOCAL, E, FINALMENTE, REALIZOU A CONSTRUÇÃO DO ABRIGO DE RESÍDUOS DA UNIVERSIDADE, CAMPUS MOSSORÓ. HOJE TODO O MATERIAL RECICLÁVEL GERADO NO CAMPUS MOSSORÓ É RECOLHIDO DIARIAMENTE PELO SETOR DE MANUTENÇÃO DA UFERSA E LEVADO ATÉ O ABRIGO DE RESÍDUOS, ONDE É SEPARADO PELOS SERVIDORES EM: VIDRO, PLÁSTICO, PAPEL, PAPELÃO E METAL. TODO ESTE MATERIAL, JÁ SEPARADO POR CATEGORIA, É DISPONIBILIZADO À ASCAMAREM E A ACREVI (VIA EDITAIS DE HABILITAÇÃO) NO NOSSO ABRIGO DE RESÍDUOS PARA POSTERIOR COLETA. ASSIM, COM ESSA PRÁTICA.

 

REQUERIMENTO NÚMERO 38 DE 2022

REQUER MOÇÃO DE APLAUSOS PARA A  LOJA CLUB KIDS SUSTENTÁVEL, POR SUA ATUAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES AMBIENTAIS EM NOSSA CIDADE.

AUTOR: VEREADOR PAULO IGO

A CLUB KIDS SUSTENTÁVEL É UMA FRANQUIA DE BAZAR INFANTIL, QUE ESTENDE A VIDA ÚTIL DOS PRODUTOS GERANDO MENOS IMPACTO AO MEIO AMBIENTE. SÃO DEZENAS DE PRODUTOS QUE TÊM SUA VIDA ÚTIL ESTENDIDA, CUJA RECICLAGEM PROPICIA O REAPROVEITAMENTO DOS PRODUTOS COMO BRINQUEDOS, UTENSÍLIOS E VESTIMENTAS E QUE SERIAM DESTINADOS AO ATERRO. ESTES PASSAM POR UM PROCESSO DE TRIAGEM, SENDO DESTINADOS A DIVERSAS FORMAS DE REUTILIZAÇÃO E TRANSFORMAÇÃO DO RESÍDUO.

 

REQUERIMENTO NÚMERO 37 DE 2022

REQUER MOÇÃO DE APLAUSOS PARA A ASSOCIAÇÃO QUINTAS DO LAGO

AUTOR: VEREADOR PAULO IGO

A ASSOCIAÇÃO QUINTAS DO LAGO DESENVOLVE UM TRABALHO PIONEIRO NA CIDADE DE MOSSORÓ/RN, POR MEIO DA COLETA SELETIVA SOLIDÁRIA, PROPICIANDO O REAPROVEITAMENTO E RECICLAGEM DOS RESÍDUOS QUE SÃO DESTINADOS AO ATERRO. ESTES PASSAM POR UM PROCESSO DE TRIAGEM, SENDO DESTINADOS A DIVERSAS FORMAS DE REUTILIZAÇÃO E TRANSFORMAÇÃO DO RESÍDUO.

 

REQUERIMENTO ORAL

REQUER MOÇÃO DE APLAUSOS PARA A EMPRESA ENTULHO AMBIENTAL

AUTOR: VEREADOR PAULO IGO

A TIRA ENTULHO AMBIENTAL ATUA NA COLETA, TRANSPORTE E DESTINAÇÃO FINAL DE RESÍDUOS CLASSE I E II, DESENVOLVENDO UM TRABALHO PIONEIRO NA CIDADE DE MOSSORÓ, POR MEIO DO REAPROVEITAMENTO E RECICLAGEM DOS RESÍDUOS QUE SÃO DESTINADOS AO ATERRO, ESTES PASSAM POR UM PROCESSO DE TRIAGEM, SENDO DESTINADOS A DIVERSAS FORMAS DE REUTILIZAÇÃO E TRANSFORMAÇÃO DO RESÍDUO.

 

 

Audiência pública vai debater retomada econômica do setor petrolífero de Mossoró

por Amanda Santana Balbi publicado 25/03/2022 11h12, última modificação 25/03/2022 11h12
Iniciativa é do vereador Lamarque Oliveira

A Câmara Municipal de Mossoró vai realizar uma audiência pública, na quinta-feira, dia 31 de março, para debater a retomada econômica do setor petrolífero em Mossoró. A audiência é uma iniciativa do vereador Lamarque Oliveira (PSC).

“O objetivo é debater este assunto junto aos órgãos competentes e representantes da sociedade civil organizada tendo em vista as empresas que adquiriram a concessão dos 22 poços, além dos campos petrolíferos. Queremos nos posicionar com relação ao plano de investimentos proposto pelas empresas”, justificou Lamarque.

A audiência será transmitida ao vivo pela TV Câmara Mossoró no canal 23.2 TCM e pelo site www.mossoro.rn.leg.br .

Câmara de Mossoró homenageia centenário do PCdoB

por Regy Carte publicado 24/03/2022 14h54, última modificação 24/03/2022 14h54
Sessão solene, hoje (24), homenageou militantes e reafirmou ideais da legenda
Câmara de Mossoró homenageia centenário do PCdoB

Sessão solene pelos 100 anos do PCdoB, nesta quinta-feira (24), na Câmara Municipal de Mossoró (foto: Edilberto Barros/CMM)

A Câmara Municipal de Mossoró se integrou à comemoração nacional do centenário de fundação do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), ao realizar sessão solene, nesta quinta-feira (24). Proposta pela vereadora Marleide Cunha (PT), a solenidade reuniu lideranças locais e estaduais do partido, homenageou militantes e reafirmou ideais da legenda, que completa 100 anos, amanhã (25).

Marleide Cunha destacou a inserção de Mossoró no movimento nacional de aniversário do PCdoB. “É uma honra para a Câmara Municipal receber o Partido Comunista do Brasil no seu centenário”, registrou.

O vice-governador Antenor Roberto, filiado ao PCdoB, destacou a atitude democrática e plural da Câmara. Discorreu sobre a ideologia da legenda. “Temos a missão de rejuvenescer e recuperar a democracia”, frisou.

Presidente estadual do PCdoB, Divanilton Pereira considerou a sessão solene gesto de respeito à pluralidade política e convivência democrática. “O PCdoB é, ao mesmo tempo, é centenário e contemporâneo”, observou.

A importância do partido também foi destacada pela secretária estadual das Mulheres, Juventude e Igualdade Racial do RN, Júlia Arruda. Discursaram ainda, na solenidade, Lidiane Samara, representante do Partido dos Trabalhadores (PT), Paulo Silva, presidente do PCdoB Mossoró e o vereador de Natal Pedro Gorky (PCdoB).

Após os pronunciamentos, a cerimônia homenageou militantes do PCdoB. Além das comendas concedidas pelo partido, denominada “Cem Anos de Amor e Coragem pelo Brasil”, a Câmara concedeu Título de Cidadania Mossoroense ao vice-governador Antenor Roberto e Moção de Congratulação à legenda em celebração ao centenário.

Histórico

Nos dias 25, 26 e 27 de março de 1922, grupos regionais admiradores da Revolução Russa (1917) se reuniram em Niterói para fundar o então denominado Partido Comunista do Brasil com a sigla PCB; tal encontro é considerado o primeiro congresso do partido. 

Na metade de 1924, o V Congresso da Internacional Comunista (ou III Internacional) admitiu o PCB como sua seção brasileira oficial. A denominação PCdoB surgiu 1962. Desde o seu surgimento, o PCdoB seguiu diversas linhas políticas baseadas em distintas experiências comunistas pelo mundo.  

 

Homenageados (comenda PCdoB)

Francisco Guilherme de Souza (in memoriam)

João Batista Xavier

Manuel Torquato de Araújo (in memoriam)

Márcio Azevedo Dias

Antônio de Farias Capistrano

José Antônio da Silva (Nildo da Pedra Branca)

Kildare de Medeiros Gomes Holanda

Antenor Roberto Soares de Medeiros

Silvia Maria Costa Barbosa

Marciano Matias Neto (in memoriam)

Raimundo Nonato do Vale Neto

Albaniza Bandeira de Albuquerque

Pedro Lúcio Góis

Rubens de Oliveira Nunes

Antônia Diana da Silva

Luzia Paiva Bessa Vale

Rita de Sales (in memoriam)

Altair Alves da Costa Paiva (in memoriam)

Gutemberg Henrique Dias

José Aldeirton Pereira

José Divanilton Pereira

Glênio Fernandes de Sá

Pedro Lucas Gorki Azevedo de Oliveira

Título de Cidadania Mossoroense

Antenor Roberto Soares de Medeiros

Moção de Congratulação da Câmara Municipal de Mossoró

Partido Comunista do Brasil – PCdoB

Campanha da Fraternidade: audiência reafirma papel da educação

por Regy Carte publicado 23/03/2022 17h00, última modificação 23/03/2022 17h00
Com a presença de autoridades políticas e eclesiásticas, a reunião dialogou sobre a realidade educativa em Mossoró e no Brasil
Campanha da Fraternidade: audiência reafirma papel da educação

Audiência pública sobre Campanha da Fraternidade 2022, na tarde desta quarta-feira, 23, no plenário da Câmara (foto: Edilberto Barros/CMM)

A Câmara Municipal de Mossoró reiterou a importância da educação, na audiência pública, hoje (23), sobre o tema da Campanha da Fraternidade 2022: “Fraternidade e Educação”. Com a presença de autoridades políticas e eclesiásticas, a reunião dialogou sobre a realidade educativa em Mossoró e no Brasil. O Poder Legislativo se comprometeu em priorizar pautas que fortaleçam a educação no município.

Propositor da audiência pública, o vereador Costinha (MDB) reafirmou compromisso com a educação e se disse feliz em propor a audiência. “Felicidade, primeiro, por ser filho de educadora, que dedicou grande parte da sua vida; e, segundo, por representar a Igreja Católica e o povo na Câmara”, disse.

O bispo dom Mariano Manzana agradeceu à Câmara pela iniciativa. Pediu reza pelo fim da guerra Rússia x Ucrânia e arrematou: “Educação é a arma mais poderosa para mudar o mundo. O mundo não muda com a guerra. O mundo muda com a educação, educação além da escola”.

O vice-reitor da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), Roberto Vieira Pordeus, tratou a educação como principal forma de inclusão social, e defendeu mais valorização ao profissional da educação.

Secretária municipal de Educação, Hubeônia Alencar considerou o tema providencial em razão da pandemia de Covid-19, que fechou escolas por quase dois anos. E anunciou oficialização, a partir de hoje, do Programa de Recomposição de Aprendizagens na rede municipal de ensino.

Heitor Pinheiro, representante da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), destacou o papel da instituição e outras organizações de ensino. Eliete Vieira, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Sindiserpum), disse que relacionar educação e fraternidade é essencial para uma sociedade mais humanizada.

Também se pronunciaram, na audiência pública, professor Aldo Firmino; representante do ensino público; padre Márcio Bezerra, representando a Faculdade Católica do Rio Grande do Norte; vereadoras Larissa Rosado (PSDB), Marleide Cunha (PT), sindicalista João Morais, ex-vereador Petras Vinícius e o presidente da Câmara, Lawrence Amorim (Solidariedade).

Também participaram da audiência pública vereadores, vereadoras, representantes de escolas, comunidades, movimentos pastorais, universidades, servidores da área de educação, entre outros.

 

 

Campanha da Fraternidade tem origem potiguar

 

Segundo a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Campanha da Fraternidade nasceu por iniciativa de Dom Eugênio de Araújo Sales, em Nísia Floresta, Arquidiocese de Natal, Rio Grande do Norte. O pioneirismo foi lembrado pelo bispo bom Mariano Manzana, na audiência pública da Câmara Municipal.

A Campanha da Fraternidade possui três objetivos permanentes: Despertar o espírito comunitário e cristão no povo de Deus, comprometendo, em particular, os cristãos na busca do bem comum; Educar para a vida em fraternidade, a partir da justiça e do amor, exigência central do Evangelho.

Também objetiva renovar a consciência da responsabilidade de todos pela ação da Igreja na evangelização, na promoção humana, em vista de uma sociedade justa e solidária (todos devem evangelizar e todos devem sustentar a ação evangelizadora e libertadora da Igreja).

Educação

Em 2022, a Campanha da Fraternidade tem como tema “Fraternidade e Educação” e o lema “Fala com sabedoria, ensina com amor” (Pr 31,26). Seu início se dá na abertura da Quaresma, dia 2 de março, na Quarta-Feira de Cinzas.

Trata-se, em 2022, da terceira vez que a Igreja no Brasil vai aprofundar o tema da educação em uma Campanha da Fraternidade. Desta vez, a reflexão será impulsionada pelo Pacto Educativo Global, convocado pelo Papa Francisco.

Vereador Ricardo de Dodoca ressalta bom inverno e organização da cidade

por Amanda Santana Balbi publicado 23/03/2022 13h37, última modificação 23/03/2022 13h37
Vereador comentou sobre trabalho de prevenção a alagamentos
Vereador Ricardo de Dodoca ressalta bom inverno e organização da cidade

Vereador Ricardo de Dodoca. Foto: Edilberto Barros/CMM

O vereador Ricardo de Dodoca (PP) comemorou, na sessão ordinária de hoje, 23, o bom inverno em Mossoró. O vereador lembrou ainda que os alagamentos tradicionais em várias vias de Mossoró não estão ocorrendo mais.

Sobre a ausência de alagamentos, Ricardo informou que se deve ao bom desempenho da gestão atual. “Desentupiram as bocas de lobo e fizeram um bom trabalho de prevenção. Parabenizo o prefeito Allyson Bezerra por isso. Tantos pontos que ficavam alagados e agora não ficam mais. A população agradece”, disse

Dia Nacional do Orgulho LGBTQIA+ é lembrado na Tribuna Popular

por Amanda Santana Balbi publicado 23/03/2022 13h35, última modificação 25/03/2022 10h24
A artista transformista Ariana Araújo, interpretada pelo estudante Ariell Rodrugues, falou em nome da comunidade
Dia Nacional do Orgulho LGBTQIA+ é lembrado na Tribuna Popular

Ariell Rodrigues/Ariana Araújo. Foto: Edilberto Barros/CMM

Em referência ao dia 25 de março, Dia Nacional LGBTQIA+, a  artista transformista Ariana Araújo, interpretada pelo estudante de pedagogia Ariell Rodrigues, ocupou a Tribuna Popular da Câmara Municipal de Mossoró, nesta quarta-feira, 23, para falar sobre o preconceito e as dificuldades enfrentadas pelo grupo.

Ariell apresentou dados que mostram como o desemprego e a violência atingem essa parcela da população no Brasil. “Depressão, assassinatos, suicídio, dificuldades de ter acesso a direitos básicos, os LGBTQIA+s sofrem diariamente. O dia 25 vem para lembrarmos as lutas que precisamos travar”, explicou Ariel.

Educação
As escolas, explica Ariell, são o primeiro local onde muitos LGTBs enfrentam os primeiros atos de preconceito. “Direitos já assegurados, como o nome social, muitas vezes é negado pela simples discriminação. Além do bullying e a exclusão desses estudantes”.

Para ela, é preciso maior conscientização e políticas públicas voltadas para esse público, tanto para vencer o preconceito como para inserir as pessoas discriminadas na sociedade. “Somos um dos países que mais mata LGBTs e isto precisa acabar”, declarou.

Lamarque saúda 10 anos de atividades de pastores da AD

por Regy Carte publicado 23/03/2022 12h28, última modificação 23/03/2022 12h28
Vereador homenageia Francisco Cícero Miranda e Martim Alves da Silva
Lamarque saúda 10 anos de atividades de pastores da AD

Vereador Lamarque na sessão desta quarta-feira, 23 (foto: Edilberto Barros/CMM)

O vereador Lamarque Oliveira (PSC) registrou os 10 anos de atividades dos pastores Francisco Cícero Miranda e Martim Alves da Silva, respectivamente, à frente da igreja Assembleia de Deus em Mossoró e no Rio Grande do Norte. Lamarque fez o registro em pronunciamento na tribuna, na Câmara Municipal de Mossoró, na sessão de hoje (23).

Ele ressaltou o êxito das celebrações dos 10 anos, sábado (19), na Assembleia de Deus. A marca também foi objeto de Moção de Aplauso no Legislativo, por iniciativa de Lamarque. “Na última década, tivemos diversos avanços na igreja, como na área social. É o caso da doação de mais de 20 toneladas de alimentos na pandemia de Covid-19”, informa.

Abastecimento

No mesmo pronunciamento, Lamarque anunciou atendimento de pleito do seu mandato, para poço e dessalinizadores na localidade Piquiri. “Nossa agenda em Brasília, feita em 2021, está trazendo efeitos em 2022. Recebemos a notícia, em telefonema da superintendência da Funasa”, informa o vereador.

Para reforçar o abastecimento em Piquiri e comunidades vizinhas, ele também defende doação de poço profundo da Pretrobras, que tem capacidade para atender cinco mil pessoas. “Agradeço também ao deputado estadual Coronel Azevedo e ao deputado federal General Girão por ter apoiado nosso pleito em favor da zona rural”, reconhece.

Petróleo e gás

Por fim, Lamarque convidou para audiência pública, proposta por seu mandato, próximo dia 31, às 9h, na Câmara Municipal. A reunião debaterá o impacto de investimentos no setor de petróleo e gás no município, a partir da aquisição de campos da Petrobras por outras empresas. Esses operadores independentes já iniciaram produção e preparam novos investimentos.

Francisco Carlos abre discussão sobre futuro da APAMIM

por Sérgio Oliveira publicado 23/03/2022 11h59, última modificação 23/03/2022 11h59
Vereador diz que quadro mudará com a chegada do Hospital da Mulher
Francisco Carlos abre discussão sobre futuro da APAMIM

Vereador Francisco Carlos. Foto: Edilberto Barros/CMM

A informação de que o Hospital da Mulher Parteira Maria Correia deverá entrar em funcionamento o mais breve possível, podendo acontecer ainda em 2022 ou nos próximos um ou dois anos, despertou no vereador Professor Francisco Carlos (PP), a necessidade de uma discussão. O parlamentar, reconhecendo a grandiosidade e importância que terá o novo hospital, se preocupa com o destino do complexo da Associação de Assistência e Proteção à Maternidade e a Infância de Mossoró (APAMIM). 

Na verdade, disse Francisco Carlos, esse tema dará sequência às discussões iniciadas durante a audiência pública, sugerida pelo vereador Raério Araújo, que analisou a situação do Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM). “O Hospital da Mulher Maria Correia, vai ser o maior complexo hospitalar do Rio Grande do Norte, e é uma proposta que já vem do programa “Governo Sustentável”, ainda da gestão Rosalba Ciarlini”, lembrou. 

Entende o vereador que essa nova unidade hospitalar vai transformar de forma significativa o atendimento em Mossoró e no Oeste do Rio Grande do Norte. Essa nova situação, avalia Francisco Carlos, vai impactar no atendimento da APAMIM que reúne três instituições. Os recursos públicos direcionados a APAMIM deverão ser canalizados para os Hospital da Mulher e isso, afirma o professor, vai obrigar o complexo da APAMIM a se refazer, já que 90% dos recursos que bancam suas atividades são oriundos do serviço público.

Como o Hospital Parteira Maria Correia é público, este terá prioridade na hora do governo direcionar os recursos. “Eu questiono sobre o que será feito de toda essa estrutura existente há décadas”, indagou. O vereador continuou sua preocupação sobre o destino que será dado aos seus equipamentos, centros cirúrgicos, lavandaria e até funcionários. Diante desse quadro que se mostra irreversível, propõe o vereador, que o espaço seja transformado em um Hospital Municipal para a realização de cirurgias eletivas. 

Dado a complexidade de sua proposta, o vereador Francisco Carlos entende que essa mudança não será construída apenas através de um discurso na tribuna da Câmara Municipal, por isso chama para uma discussão mais ampla, reunindo diferentes segmentos, o mais rápido possível. “Não podemos deixar essa conversa para depois de cortada a fita de inauguração do Hospital da Mulher, pois não se teria tempo para exigir da prefeitura recursos no sentido de bancar a nova estrutura”, sentenciou. 

Lembra o vereador que existem algumas pessoas que propõe transformar em hospital a Unidade de Pronto Atendimento do bairro Boa Vista, porém não existe a estrutura necessária para esse empreendimento. Situação essa já encontrada na APAMIM. “Estou agendando uma conversa com o juiz responsável pela gestão da APAMIM, Conselho Municipal de Saúde e convido todos os vereadores para participar”, avisou Francisco Carlos, chamando também para o debate o Governo do Estado e a bancada federal.

Economia

O parlamentar mossoroense entende que essa é uma discussão séria que não pode ser adiada. Reforçando que esse é um papel para cada um dos vereadores desenvolver. Acrescentando ainda que o Hospital da Mulher Parteira Maria Correia deverá impulsionar também a economia local, pois este deverá receber recursos iguais ou superiores aos destinados ao Hospital Regional Tarcísio Maia, e estes irão circular dentro de Mossoró.


Carmem Júlia lembra que contribuinte do IR pode ajudar projetos sociais

por Sérgio Oliveira publicado 23/03/2022 11h57, última modificação 23/03/2022 11h57
Lei permite transferir parte do valor declarado
Carmem Júlia lembra que contribuinte do IR pode ajudar projetos sociais

Vereadora Carmem Júlia. Foto: Edilberto Barros/CMM

Um gesto de cidadania. Com essa proposta, a vereadora Carmem Júlia (MDB) aproveitou o momento de Declaração do Imposto de Renda para que os contribuintes mossoroenses possam ajudar em alguns projetos sociais. Usando a tribuna durante a sessão da quarta-feira, 23, a parlamentar sugeriu que os segmentos do município que prestam assistência às crianças, adolescentes e idosos, possam ser beneficiados. 

De acordo com as normas vigentes, o contribuinte que ainda não fez a sua Declaração do Imposto de Renda tem a chance de ajudar, doando 3% diretamente do Imposto Devido aos Fundos de idoso ou da Criança e do Adolescente e podendo indicar a Instituição desejada. De acordo com a proposta, ao invés de pagar 100% do imposto devido, você paga 3% como doação e 97% como imposto. “Já tratei do assunto no ano passado nesta Casa, mas devido a sua importância volto ao tema e peço o apoio de todos”, comentou a vereadora, sugerindo aos colegas vereadores que façam a doação e divulguem essa informação em suas redes sociais. 

Ao tomar a decisão de fazer a doação, acrescenta Carmem Júlia, o contribuinte saberá do valor de imediato, já que o próprio sistema calcula na mesma hora. “Converse com o seu contador ou você mesmo pode desenvolver o processo de doação, existe todo o passo a passo no sistema”, reforça. A vereadora lembra ainda que esse procedimento não gera nenhum custo extra ao contribuinte. 

De acordo com o calendário anunciado pela Receita Federal, ainda no mês de fevereiro, o prazo para a Declaração do IR anunciado ainda no mês de fevereiro, vai até 29 de abril de 2022. Lembrando ainda que após essa data, o contribuinte que apresentar a declaração receberá multa pelo atraso.


Genilson Alves ressalta avanços em asfalto e calçamento

por Regy Carte publicado 22/03/2022 12h26, última modificação 22/03/2022 12h26
Segundo o vereador, são 49 mil m² de calçamento no bairro Aeroporto e 36 km do programa Asfalto no Bairro
Genilson Alves ressalta avanços em asfalto e calçamento

Vereador Genilson Alves em pronunciamento na tribuna, nesta terça-feira, 22 (foto: Edilberto Barros/CMM)

Mossoró vivencia o maior programa de asfaltamento e pavimentação da sua história recente. A avaliação é do vereador Genilson Alves (Pros), feita na sessão de hoje (22) da Câmara Municipal. Como exemplo, segundo ele, são 49 mil m² de calçamento no bairro Aeroporto e 36 km do programa Asfalto no Bairro, o qual passa a contemplar novos bairros.

Entre eles, o parlamentar cita os bairros Alto de São Manoel e Paredões, como nas ruas Anatália de Melo Alves (pedido antigo do mandato e dos moradores) e Afonso Pena. A ação de infraestrutura também chegará aos bairros Parque Universitário, Santo Antônio, Bela Vista, Alfredo Simonetti, Sumaré, Planalto 13 de Maio e Alameda dos Cajueiros.

“Esses e outros bairros estavam abandonados na gestão passada. Cobrávamos, mas nada era feito. Hoje, é diferente, somos ouvidos. Agradeço e parabenizo o prefeito Allyson Bezerra pela visita aos bairros para ver de perto a situação e anunciar benefícios”, disse Genilson Alves, ao registrar agenda administrativa, sábado (19), com essa finalidade.

Saúde

Segundo Genilson Alves, os avanços atuais se estendem à saúde. Informa que, do pacote de investimentos do Governo Federal para Mossoró, R$ 15 milhões já estão em conta. Com isso, a Prefeitura iniciará a construção da Policlínica Alto São Manoel; quatro Centros de Atendimento Psicossocial (Caps); duas unidades de acolhimento adulto infantil; aquisição de duas ambulâncias para o Samu e equipamentos da saúde especializada.

“Importante lembrar que, na Câmara Municipal, direcionamos mais de R$ 7 milhões à saúde de Mossoró, através de emendas orçamentárias”, ressalta o parlamentar, ao registrar que a atual gestão tem investimento superior a 30% da receita em saúde. “O problema de insulina foi resolvido, o prefeito Allyson ouvindo a população nos quatro cantos de Mossoró”, frisa Genilson, que também registra a valorização do servidor público, com reajuste salarial histórico para algumas categorias.

Artesanato

No mesmo pronunciamento, Genilson Alves reforçou convite para a abertura da Semana do Artesão, amanhã (23), às 19h, no auditório do Sebrae, com participação da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e outros parceiros. “Importante esse apoio aos empreendedores de artesanato, à cultura e à valorização da arte da nossa terra”, observa.

Lucas das Malhas convida jovens para cursos profissionalizantes

por Regy Carte publicado 22/03/2022 12h19, última modificação 22/03/2022 12h19
Vereador também registra, em pronunciamento, avanço da TV Câmara Mossoró para sinal aberto
Lucas das Malhas convida jovens para cursos profissionalizantes

Vereador Lucas das Malhas na sessão desta terça-feira, 22 (foto: Edilberto Barros/CMM)

Em pronunciamento na Câmara Municipal de Mossoró, hoje (22), o vereador Lucas das Malhas (MDB) reforçou convite da Prefeitura de Mossoró para o Programa Estação Juventude 2.0. As inscrições à iniciativa, que oferece cursos profissionalizantes, seguem até sexta-feira (25).

“Faço um chamamento aos jovens: procurem o Cras do seu bairro (Centro de Referência de Assistência Social) para fazer a inscrição. São cursos interessantes, como introdução a Web Designer e à doceria, que facilitam a inserção no mercado de trabalho”, informa o vereador.

Realizado pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (Semasc), o Programa Estação Juventude 2.0 atenderá jovens em vulnerabilidade social em Mossoró, com oficinas de qualificação para o mercado de trabalho. As aulas começarão próximo dia 28.

Cidadania

No mesmo pronunciamento, Lucas das Malhas registrou avanço para transmissão da TV Câmara Mossoró também em sinal aberto, no canal 20, como retransmissora da TV Brasil. A emissora, atualmente, opera em canal fechado, na TV a cabo (TCM Telecom, canal 23.2).

“No sinal aberto, a TV Câmara se tornará ainda mais acessível à população, que terá mais oportunidade para acompanhar o trabalho do Legislativo”, observa. O vereador anunciou projeto de Resolução, a fim de criar na TV programa cultural, para dar espaço a artistas da terra.

Lucas lembrou de projeto da ex-vereadora Maria das Malhas, sua avó, que instituiu o 13 de junho como Dia Municipal do Poeta, que, segundo ele, tem o poeta Antônio Francisco como patrono. “Portanto, o sinal aberto valorizará ainda mais a cidadania e a cultura”, concluiu.

Omar Nogueira reafirma compromisso com a população

por Amanda Santana Balbi publicado 22/03/2022 12h18, última modificação 22/03/2022 12h18
Vereador declarou que não vota em projetos que possam prejudicar os mais carentes
Omar Nogueira reafirma compromisso com a população

Vereador Omar Nogueira. Foto: Edilberto Barros/CMM

O vereador Omar Nogueira (Patriota) utilizou espaço na sessão ordinária de hoje, 22, para reafirmar seu compromisso com os interesses do povo mossoroense. De acordo com o vereador, ele foi convidado a sair da bancada de situação por se colocar contra a votação sem diálogo da reforma da previdência municipal.

“Estava na situação, mas sempre deixei claro que estaria ao lado do povo sempre. A reforma da previdência chegou aqui nesta Casa e o prefeito queria que fosse votada de goela abaixo. Nós discordamos. Queríamos o diálogo. E isso chateou o prefeito. Não me importo em não estar ao lado da situação, pra mim, o que importa é estar ao lado do povo”, declarou Omar.

O vereador reforçou ainda que nas futuras decisões sempre vai votar em projetos de lei que favoreçam a população. “Não adianta vir com projetos que prejudiquem o povo. Não voto. O meu compromisso é com a população, principalmente a mais carente”, finalizou.

Comissão de Educação debate exclusão e inclusão escolar de crianças e adolescentes

por Amanda Santana Balbi publicado 22/03/2022 12h16, última modificação 22/03/2022 12h16
Tema faz parte de série de debates para criar política pública de proteção infantojuvenil
Comissão de Educação debate exclusão e inclusão escolar de crianças e adolescentes

Vereador Francisco Carlos. Foto: Edilberto Barros/CMM

A Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Cecel) vai realizar uma reunião para debater a exclusão e inclusão escolar de crianças e adolescentes, na sexta-feira, 25 de março, às 9h. O presidente da Comissão, vereador Francisco Carlos, explicou que este é o primeiro de vários debates que têm como objetivo criar políticas públicas para atender crianças em situação de risco em Mossoró.

Representantes do Conselho Tutelar, juizado da criança e adolescente, Ministério Público do RN já confirmaram a presença, anunciou o vereador na sessão ordinária desta terça-feira, 22. “Queremos fazer um levantamento para saber quais estruturas o município possui e quais são necessárias e assim criar um planejamento para uma iniciativa municipal para atender crianças em situação de risco”, disse Francisco Carlos.

Uma das ideias é a criação de um abrigo para crianças e adolescentes que estão com seus direitos ameaçados e sofreram violências. “Essa política municipal deverá garantir a proteção para essas crianças e adolescentes”, afirmou o vereador.

A reunião da Cecel será transmitida ao vivo pela TV Câmara Mossoró, no canal 23.2 TCM e pelo site www.mossoro.rn.leg.br .

Raério Araújo usa tribuna para falar sobre educação e saúde

por Sérgio Oliveira publicado 22/03/2022 12h12, última modificação 22/03/2022 12h12
Vereador comemora melhoria no transporte escolar
Raério Araújo usa tribuna para falar sobre educação e saúde

Vereador Raério Araújo. Foto: Edilberto Barros/CMM

Os investimentos na educação, mais especificamente no transporte escolar da zona rural, e a repercussão da audiência pública que discutiu a situação do Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) ganharam destaque no grande expediente na sessão ordinária da terça-feira, 22, no plenário João Niceras de Morais, da Câmara Municipal de Mossoró. A iniciativa de discutir os dois temas foi do vereador Raério Araújo (PSD) ao fazer uso da tribuna. 

O vereador começou sua fala destacando que o município de Mossoró tem hoje a garantia de ônibus escolar na comunidade da Maisa, principalmente, para o pessoal que cursa faculdade. Lembrou Raério que antes era um problema sério e hoje, graças às ações da secretaria de educação, esse serviço é prestado com eficiência, diante das dificuldades que é residir na zona rural e estudar no perímetro urbano.

Outro ponto destacado por Raério como importante, é o diálogo aberto entre a secretaria de educação e o pessoal que tem alguma deficiência e estuda na rede municipal de ensino. “Destaco como diálogo importante diante das pessoas que necessitam desse apoio. Isso é o respeito ao direito dessas pessoas com deficiência”, comentou. Ainda de acordo com o vereador, hoje já existe um trabalho para contratar as pessoas que darão assistência aos alunos especiais em sala de aula. 

Por sua vez, também, segue a chamada de professores substitutos para organizar e resolver as deficiências existentes na zona rural. Por fim, informou Raério, que existe um trabalho para a renovação na frota de ônibus. Antes abandonados hoje o tratamento com os alunos é diferente e já existe a informação que a prefeitura receberá ônibus novos e não será mais necessário alugar, diminuindo despesas para o município. 


Saúde

Em relação ao segundo tema levantado por Raério Araújo, em seu pronunciamento, disse que, depois da audiência pública sobre o Hospital Regional Tarcísio Maia, constatou que esse é o único hospital do RN que não fez uma licitação ainda. Nem mesmo para comprar uma caneta, o que dificulta mais ainda o serviço prestado por essa unidade de extrema importância para Mossoró e região Oeste. “Na verdade, desvirtuaram a discussão de ampliação. Construído nos anos 80, até hoje não passou por nenhuma melhoria, além de algumas salas bancadas pela maçonaria. O secretário que veio, Cipriano Maia, usou o tempo para fazer uma prestação de contas do Estado e esqueceu da reforma do hospital”, comentou o vereador. 

Ainda sobre a reforma de ampliação que é defendida para o Hospital Tarcísio Maia, o vereador Raério disse que não é feita por falta de iniciativa do governo, pois o dinheiro já existe, fruto de emendas do senador Styvenson Valentim. Para encerrar o seu pronunciamento, o vereador disse haver recebido denúncia de que há três meses os médicos que trabalham no HRTM estão sem receber seus salários e no trabalho da noite a única refeição é sopa, afirmando que assim fica difícil prestar um bom serviço à população.


Marleide Cunha cobra melhoria no transporte coletivo urbano

por Sérgio Oliveira publicado 22/03/2022 12h10, última modificação 22/03/2022 12h31
Vereadora reforça luta por salários dignos para os servidores
Marleide Cunha cobra melhoria no transporte coletivo urbano

Vereador Marleide Cunha. Foto: Edilberto Barros/CMM

A dificuldade para os estudantes chegarem ao seu local de estudo, em particular os universitários, entrou na pauta de discussão na Câmara Municipal de Mossoró. O tema foi levantado pela vereadora Marleide Cunha (PT) cobrando melhorias no serviço de transporte coletivo, que não tem atendido como desejado. Os estudantes universitários que, residem em bairros mais afastados da área central, encontram sérias dificuldades para fazer o percurso entre suas residências e as universidades, principalmente, em se falando da Universidade do Estado Rio Grande do Norte (UERN) e Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA). 

A situação tem gerado preocupação para os estudantes que encontram dificuldades para chegar à sala de aula. “Lembramos que nos bairros mais afastados o transporte coletivo não chega”, reforça Marleide. Diante do quadro de deficiência do setor, os estudantes estão sendo obrigados a custear mais essa despesa, o que pode inviabilizar seus estudos já que parte deles não trabalham. De acordo com a vereadora, hoje todos sabem o quanto é caro esse serviço de transporte coletivo urbano. 

Para complicar mais um pouco aquilo que já estava ruim, o ônibus que faz a última viagem na área das universidades, passa antes mesmo das aulas terminarem. “Isso obriga, por exemplo, uma estudante que reside no bairro Belo Horizonte pagar mais caro pelo serviço de moto-táxi ou Uber, chegando essa despesa extra ao valor de 200 reais ao mês”, narrou. Existem os casos mais graves ainda em que, mesmo saindo mais cedo e perdendo aula, alguns alunos ficam sem o transporte já que não existe em seu bairro a linha do coletivo. Diante do quadro de dificuldades a vereadora Marleide Cunha disse que é necessário discutir o tema e buscar soluções junto ao poder público. 


Salários

A luta por salários mais dignos segue na preocupação da vereadora Marleide. Durante a sessão na manhã da terça-feira, 22, ela comentou sobre uma audiência que teria, ao lado do sindicato que representa os servidores do município, com o prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra (SD). Lamenta a parlamentar que ainda existem pessoas que recebem abaixo do salário mínimo e espera que essa situação seja vista e resolvida a partir das conversas com o chefe do executivo. 

Lembra a vereadora que a Casa acaba de aprovar uma reforma na previdência do município, Previ, e com ela foi aprovada uma alíquota de 14% e, com salários achatados, muitos deles, servidores, terão com o baixo salário que recebem dificuldades para pagar e o prefeito precisa resolver isso. A audiência com o prefeito aconteceria ainda na tarde da terça-feira, 22, no Palácio da Resistência.


Centenário do PCdoB é celebrado em sessão solene na Câmara Municipal de Mossoró

por Amanda Santana Balbi publicado 21/03/2022 10h36, última modificação 21/03/2022 10h36
Iniciativa é da vereadora Marleide Cunha

A Câmara Municipal de Mossoró vai realizar uma sessão solene, na quinta-feira, 24 de março, para homenagear o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) pelos cem anos de fundação. A sessão será realizada no plenário da Câmara, às 9h da manhã. A proposição partiu da vereadora Marleide Cunha (PT).

Na ocasião, o vice-governador do Rio Grande do Norte, Antenor Roberto Soares de Medeiros, receberá o título de cidadão mossoroense e o PCdoB homenageará integrantes do partido que marcaram a história da entidade. A vereadora Marleide também vai agraciar o PCdoB com uma moção de congratulação.  

A sessão solene será transmitida ao vivo pela TV Câmara Mossoró. No canal 23.2 TCM, e pelo site www.mossoro.rn.leg.br .

Sessão solene celebra entidades que buscam preservar o meio ambiente

por Amanda Santana Balbi publicado 21/03/2022 10h34, última modificação 21/03/2022 10h34
Solenidade é uma iniciativa do vereador Paulo Igo e do Instituto Lixo Zero

A Câmara Municipal de Mossoró vai realizar uma sessão solene para homenagear pessoas que contribuem com ações para preservar o meio ambiente em Mossoró, na quinta-feira, 24 de março, às 14h00. A solenidade é uma proposição do vereador Paulo Igo (SD).

A solenidade faz parte de uma ação da entidade Lixo Zero que buscar incentivar a preservação do meio ambiente através do projeto Atitude Cidadã. Ao todo, nove empresas, instituições e pessoas receberão uma moção de congratulação como reconhecimento pelos serviços prestados à cidade de Mossoró.

 

A TV Câmara Mossoró fará a transmissão ao vivo pelo canal 23.2 TCM e pelo site www.mossoro.rn.leg.br.

   Confira abaixo os homenageados:

  1. Associação Quintas do Lago
  2. Programa Manhã TCM
  3. Tira Entulho Ambiental
  4. UFERSA
  5. Loja Club Kids Sustentável
  6. ACREVI
  7. ASCAMAREM
  8. Raniere Barbosa de Lira
  9. Gilvan Justino Pessoa Alves

Audiência pública debate tema da Campanha da Fraternidade de 2022

por Amanda Santana Balbi publicado 21/03/2022 10h31, última modificação 21/03/2022 10h31
Tema desde ano é educação

O vereador Costinha (MDB) vai realizar, na Câmara Municipal de Mossoró, uma audiência pública com o tema da Campanha da Fraternidade de 2022. A audiência acontecerá no dia 23 de março, quarta-feira, às 14h30, no plenário do Poder Legislativo.

Este ano, o tema escolhido foi educação. Está é a terceira vez que a Conferência Nacional de Bispos do Brasil (CNBB) escolhe este tema. “Sabemos que só através da educação mudamos a sociedade. E a Igreja Católica traz mais uma vez este tema tão importante. Convido todos para participar e contribuir com nossa educação”, explicou Costinha.

A audiência contará com a presença de integrantes da Igreja Católica e representantes da sociedade civil organizada. A TV Câmara transmitirá ao vivo pelo canal 23.2 TCM e pelo site www.mossoro.rn.leg.br .

 

Audiência reforça necessidade de ampliação do HRTM

por Regy Carte publicado 17/03/2022 12h45, última modificação 17/03/2022 13h17
Reunião também aponta outras medidas para desafogar hospital
Audiência reforça necessidade de ampliação do HRTM

Audiência pública sobre o Hospital Regional Tarcísio Maia, nesta quinta-feira, 17, na Câmara Municipal de Mossoró (foto: Edilberto Barros/CMM)

A audiência pública sobre o Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), hoje (17), na Câmara Municipal de Mossoró, propôs ações para melhoria do atendimento na unidade. Requerente da reunião, o vereador Raério Araújo (PSD) defendeu ampliação do hospital. Lembrou de emenda com essa finalidade, do senador Styvenson Valentim (Podemos).

“São R$ 16 milhões, disponíveis desde 2019, mas a obra ainda não foi executada. A mais recente ampliação do hospital foi custeada pela iniciativa privada. O Governo do Estado precisa também fazer a sua parte nesse sentido”, cobrou o parlamentar. Segundo ele, o empenho de médicos e outros profissionais do HRTM esbarra na falta de estrutura do hospital.

O secretário estadual de Saúde, Cipriano Maia, justificou a demora da reforma, entre outras questões, à Covid-19. Mas assegurou empenho para realizá-la. “A pandemia, com três ondas consecutivas, redirecionou prioridades na saúde pública, Porém, estamos tomando as providências necessárias sobre a reforma”, garantiu. Ele apresentou diversas outras ações do Governo na Saúde.

Novo hospital

Para desafogar a unidade, o deputado estadual Bernardo Amorim (MDB) propôs a construção de hospital municipal em Mossoró, como há em outras cidades da região. “É necessário também atualizar a tabela SUS (Sistema Único de Saúde), sem reajuste há vinte anos, para resolver gargalos em algumas especialidades. Esta solução está em Brasília”, observou.

A secretária municipal de Saúde, Morgana Dantas, reforçou a necessidade de reajuste do SUS e do hospital municipal. “Mas, só emenda para construção não é suficiente. Precisa-se de recursos para manutenção”, frisou. Sobre o HRTM, assegurou melhoria da atenção básica. A intenção é agir de forma preventiva e evitar que se precise do hospital.

Diversos vereadores se pronunciaram na audiência pública. Apresentaram pontos de vista, questionamentos e sugestões. Como na melhoria da regulação. Conduzida pelo presidente da Câmara, Lawrence Amorim (Solidariedade), a reunião contou ainda com técnicos do HRTM e de outros órgãos da saúde, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), representantes da comunidade, entre outros participantes.

Sinal aberto: TV Câmara Mossoró recebe transmissor e antena

por Regy Carte publicado 16/03/2022 20h33, última modificação 16/03/2022 20h33
Próximas etapas são instalação e conclusão do licenciamento na Anatel
Sinal aberto: TV Câmara Mossoró recebe transmissor e antena

Equipamentos do sinal aberto quando da chegada à TV Câmara, hoje, 16 (foto: Edilberto Barros)

A TV Câmara Mossoró recebeu da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), nesta quarta-feira (16), transmissor e antena para operar em sinal aberto, no canal 20, como retransmissora da TV Brasil.

As próximas etapas são a instalação dos equipamentos na torre da emissora, próxima semana, e conclusão do licenciamento na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em fase final.

A torre fica na própria sede dos estúdios da TV, na Rui Barbosa, Centro. Lá, também funciona a Fundação Vereador Aldenor Nogueira, braço social da Câmara Municipal e mantenedora da televisão. Tem como diretor-geral o ex-vereador Jório Nogueira. A emissora está no ar há nove anos, em sinal fechado (TV a cabo/TCM, canal 23.2).

Tecnologia

Segundo o presidente da Câmara, Lawrence Amorim (Solidariedade), a TV recebeu um transmissor digital de 300W, antena unidirecional, antena de recepção de satélite, nobreack de 5KVA, receptor de satélite banda C e cabo de conexão de antena com o transmissor.

“Esses equipamentos permitirão à TV Câmara Mossoró transmissão aberta digital em Full HD. E, com essa potência de 300W, vamos cobrir toda a cidade de Mossoró e algumas localidades rurais”, informa. O fornecimento da estrutura está previsto em convênio entre a TV e a EBC.

O vereador agradece o empenho do ministro das Comunicações, Fábio Faria, por mais esse avanço. “O ministro garantiu o sinal aberto para Mossoró e está cumprindo o compromisso. Assim, vamos ampliar o acesso da população aos trabalhos da Câmara Municipal”, diz Lawrence.

Vereador Wiginis do Gás reconhece trabalho da Ampla Planos de Saúde

por Regy Carte publicado 16/03/2022 16h03, última modificação 16/03/2022 16h03
Câmara de Mossoró aprovou Moção de Aplauso à empresa, hoje (16)
Vereador Wiginis do Gás reconhece trabalho da Ampla Planos de Saúde

Vereador Wiginis do Gás entrega Moção de Aplauso a representantes da Ampla Planos de Saúde

Por Kaline Mesquita

Assessoria Vereador Wiginis do Gás

 

Durante sessão plenária nesta quarta-feira, 16, o vereador Wiginis do Gás (Podemos) protocolou e aprovou Moção de Aplauso para a Ampla Planos de Saúde pelo trabalho que vem sendo desenvolvido pela empresa em Mossoró.

Em nome dos proprietários da empresa, Bianca Negreiros e Antônio Marcondes, a Moção reconhece a conquista da Ampla de certificação Diamante junto à Hapvida, sendo a quarta empresa do Brasil que mais vendeu o plano de saúde no produto empresarial no semestre 2021.2

A Ampla tem oito anos de atuação em Mossoró e é dedicada à venda de diversos tipos de plano de saúde na cidade. O reconhecimento do vereador Wiginis do Gás se estende aos empresários do setor de saúde suplementar, que durante a pandemia de Covid-19 não parou e continuou movimentando a economia.

Saúde pública é tema do vereador Raério Araújo

por Amanda Santana Balbi publicado 16/03/2022 12h55, última modificação 16/03/2022 15h43
Vereador destacou cirurgias e situação do Hospital Regional Tarcísio Maia
Saúde pública é tema do vereador Raério Araújo

Vereador Raério Araújo. Foto: Edilberto/CMM

Na sessão ordinária de hoje, o vereador Raério Araújo (PSD) registrou a realização das cirurgias ginecológicas e oftalmológicas em Mossoró. O vereador parabenizou a atual gestão municipal, que de acordo com ele, está colocando em dia várias cirurgias atrasadas pelas gestões anteriores.

Ainda há uma demanda muito grande atrasada. São cerca de 3 mil pessoas na fila para fazer exames como ressonância, por exemplo. E quem sofre é a população carente. Mas a atual gestão está conseguindo colocar em dia”, afirmou Raério.

Audiência

O vereador aproveitou o pronunciamento para reforçar o convite para que todos participem da audiência pública que vai ser realizada amanhã, às 9h, sobre a situação do Hospital Regional Tarcísio Maia.

Raério destacou que o principal objetivo da audiência proposta por ele é de achar soluções para a saúde de Mossoró. “O Tarcísio Maia é um hospital que tem mais de 30 anos e atende a população de Mossoró e região. Atrasos na regulação de pacientes estão ocorrendo e queremos saber como solucionar isso junto ao Governo do Estado”.

Lucas das Malhas destaca construção de ponte no Ilha de Santa Luzia

por Amanda Santana Balbi publicado 16/03/2022 12h53, última modificação 16/03/2022 12h53
Vereador também convidou população para participar de audiência pública sobre Hospital Tarcísio Maia
Lucas das Malhas destaca construção de ponte no Ilha de Santa Luzia

Vereador Lucas das Malhas. Foto: Edilberto Barros/CMM

O vereador Lucas das Malhas (MDB) destacou o avanço das obras de uma ponte na Ilha de Santa Luzia, na sessão ordinária desta quarta-feira, 16.

Lucas lembrou que a ponte é uma reivindicação antiga dos moradores daquela região e que vai dar maior qualidade de vida e mobilidade urbana na área.

“O que era promessa vai virar realidade. A ponte vai desafogar o trânsito na avenida Presidente Dutra”, afirmou.

Transporte

O vereador também parabenizou a Prefeitura de Mossoró pela volta do transporte escolar para os universitários. “Com a volta às aulas, o transporte voltou. Muito importante e necessário para os alunos de baixa renda”.

Audiência pública

 Lucas das Malhas finalizou o pronunciamento convocando os mossoroenses para participarem da audiência pública que vai debater a situação do Hospital Regional Tarcísio Maia, que ocorrerá amanhã, às 9h, na Câmara.

 

 

 

 

 

Ações do documento