Notícias

por Interlegis — publicado 11/02/2021 15h16, última modificação 23/02/2021 16h13
Banco de notícias desta Casa Legislativa.

Raério Araújo diz que governadora não combate a violência

por Sérgio Oliveira publicado 05/07/2022 13h09, última modificação 05/07/2022 13h09
Vereador cita valores repassados ao sindicato dos servidores
Raério Araújo diz que governadora não combate a violência

Vereador Raério Araújo. Foto: Edilberto Barros

A segurança pública ou, a falta dela na cidade de Mossoró e no Rio Grande do Norte, mais uma vez entrou na pauta de debate na Câmara Municipal de Mossoró. O tema, levantado pelo vereador Raério Araújo (PSD), foi motivado por mais uma sequência de homicídios registrados nos últimos dias no Estado. Em particular, citou o vereador, a juventude de Mossoró nos últimos dias, foi a grande vítima dessa situação de violência.

Na sua fala, o parlamentar citou quatro jovens, segundo ele, que foram assassinados e a governadora Fátima Bezerra (PT) não faz nada para mudar esse quadro. “A presença da polícia no Mossoró Cidade Junina é a prova que, polícia na rua resolve. Mas, depois do evento, foram todos embora e a governadora ainda diz que esse Estado tem norte”, disse Raério discordando e afirmando que o único norte é o da desgraça.

Ainda no tema da violência, Raério seguiu criticando para afirmar que agora, além de não fazer nada, a governadora se alia com o que existe de pior na política do Estado para se manter no poder. “O povo dará a resposta e eu peço que a governadora tenha mais respeito pelo Rio Grande do Norte e com a cidade de Mossoró que lhe deu a vitória, inclusive com apoio da ex-prefeita que tinha um filho em sua chapa”, sentenciou e cobrou.

Repasse ao sindicato

Durante alguns meses o vereador Raério Araújo tem prometido mostrar os números em relação aos valores que são repassados, segundo ele, pela prefeitura de Mossoró ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Sindserpumm). Devido às cobranças feitas, o edil resolveu repassar. “A vereadora Marleide disse outro dia que não tenho postura de vereador, porém se for para ser igual à senhora, não quero ter”, disse.

De acordo com Raério, postura de vereador é não ter quatro ou cinco vínculos e, disse ele, a vereadora Marleide tem e inclusive se afastou agora em janeiro do Estado. Além do Estado tem a prefeitura que o Ministério Público vai exigir a devolução desse dinheiro, pois isso não pode acontecer.

Citando os números prometidos de repasses da prefeitura para o Sindicato em alguns anos, esses são os números: Em 2015 foram repassados R$ 869.835,29. Em 2016, R$ 1.330.117,97; já em 2017 foi R$ 1.237.386,57; em 2018 somou R$ 1.059.826,38. Em 2019, de acordo com Raério, por isso se fala do ministro Rogério Marinho e do governo federal, por haver retirado as obrigações com os sindicatos, com o fim do imposto sindical, o repasse caiu para R$ 512 mil. “Agora explique vereadora para onde foi todo esse dinheiro, já que esse sindicato sequer tem uma casa para sua sede, tem apenas uma casa alugada”, desafiou.

Ainda de acordo com o parlamentar, existe também um clube no Abolição II que é abandonado pelo Sindicato o que, segundo ele, é diferente do Sinte (Sindicato dos Trabalhadores na Educação) que arrecada mas devolve, pois tem uma sede própria. Tanto dinheiro enviado, reforça Raério, acaba expondo os motivos de tanta briga para se manter por 30 anos no sindicato. Lamentou que, apesar de tamanha a arrecadação, ainda se cobre 20% dos funcionários com direito ao FGTS que já pagaram por 40 anos, quando poderia ser 10 para o advogado, mas não abre mão de nada de um direito do funcionário que passa a vida pagando a sua mensalidade.

 

 

Lawrence Amorim faz declaração sobre aditivo realizado em obra do Portal da Resistência

por Amanda Santana Balbi publicado 05/07/2022 12h56, última modificação 05/07/2022 12h56
Vereador declarou ser descabida tentativa de envolver nome de sua família em polêmica
 Lawrence Amorim faz declaração sobre aditivo realizado em obra do Portal da Resistência

Vereador Lamarque Oliveira. Foto: Edilberto Barros/CMM

O vereador e presidente da Câmara, Lawrence Amorim (SD) fez uma declaração, na sessão ordinária desta terça-feira, 05, sobre o envolvimento do nome dele e de sua família em notícias que destacam o aditivo realizado pela Prefeitura de Mossoró na obra do Portal da Resistência.

Lawrence apoiou o pedido de informações que vereadores fizeram sobre o aditivo e destacou que é necessário entender e respeitar os prazos para que as informações sejam fornecidas, de acordo com o que determina a lei vigente sobre transparência no serviço público, que é de até 20 dias. “Temos visto, nos últimos dias, uma movimentação com relação às obras na cidade de Mossoró e seus respectivos aditivos. Algo normal e que a Câmara Municipal de Mossoró tem todo o direito de exigir explicação e buscar informações e acredito que essas informações serão concedidas em prazo hábil, como determina a lei”, disse.

O vereador disse ainda que a Câmara Municipal de Mossoró está de portas abertas para receber o secretário de infraestrutura, Rodrigo Lima, assim como sempre recebeu outros secretários e representantes de entidades que vieram ao Poder Legislativo mossoroense para prestar contas com a população.

Sobre o envolvimento do nome dele em matérias que circulam nas redes sociais, Lawrence explicou que está tranquilo e defende a idoneidade dos donos da empresa responsável pela obra e que é descabido tentar acusar a empresa ou relacionar o nome dos empresários, da Prefeitura de Mossoró e o nome dele em atos ilícitos. “A empresa em questão é uma empresa que tem mais de 30 anos de serviços prestados no RN e em outros estados brasileiros. E a licitação que contratou a empresa ocorreu em 2020, antes da atual gestão”, disse, reforçando ainda que a equipe técnica da Prefeitura de Mossoró deverá, em breve, esclarecer qualquer dúvida, e pediu cautela para que não ocorram acusações falsas.  

Omar Nogueira pede apoio para projeto que isenta CIP

por Regy Carte publicado 05/07/2022 12h14, última modificação 05/07/2022 12h14
Proposta do vereador institui isenção de contribuição para famílias de baixa renda
Omar Nogueira pede apoio para projeto que isenta CIP

Vereador Omar Nogueira na sessão desta terça-feira, 5 (foto: Edilberto Barros/CMM)

O vereador Omar Nogueira (Partriota), em pronunciamento na Câmara Municipal de Mossoró, hoje (5), pediu apoio ao Legislativo para aprovação de projeto de autoria dele que institui isenção de Contribuição de Iluminação Pública (CIP) para famílias de baixa renda.

“Peço apoio dos colegas vereadores e vereadoras apara aprovar esse projeto na sessão desta terça-feira, haja vista a urgência e importância para aliviar a situação do grande número pessoas que enfrentam grave dificuldades financeiras na nossa cidade”, conclamou Omar Nogueira.

Aditivo

No mesmo pronunciamento, o parlamentar defendeu a decisão da Comissão de Planejamento, Uso, Ocupação e Parcelamento do Solo, Obras e Serviços Públicos, que aprovou, ontem (4), a convocação ao Legislativo do secretário municipal de Infraestrutura, Meio Ambiente, Urbanismo e Serviços Urbanos (Seimurb), Rodrigo Lima.

“A convocação do secretário para explicar aditivo da reforma do Memorial da Resistência é necessária para esclarecer. Toda a população de Mossoró quer saber como estão sendo aplicados os recursos públicos”, disse Omar Nogueira, ao lamentar tentativa de nove vereadores (a), sem êxito, semana passada, de busca da documentação sobre a obra na Prefeitura. “Queremos transparência”, reitera.

Comissão aprova convocação de secretário à Câmara de Mossoró

por Regy Carte publicado 05/07/2022 11h43, última modificação 05/07/2022 11h43
Colegiado delibera presença de Rodrigo Lima, quinta-feira (7), às 10h
Comissão aprova convocação de secretário à Câmara de Mossoró

Vereadores (a) na Comissão de Planejamento, Uso, Ocupação e Parcelamento do Solo, Obras e Serviços Públicos, ontem, 4 (foto: Edilberto Barros/CMM)

Em reunião ontem (4), na Câmara Municipal de Mossoró, a Comissão de Planejamento, Uso, Ocupação e Parcelamento do Solo, Obras e Serviços Públicos aprovou para quinta-feira (7), às 10h, a convocação ao Legislativo do secretário municipal de Infraestrutura, Meio Ambiente, Urbanismo e Serviços Urbanos (Seimurb), Rodrigo Lima.

O objetivo é obter do secretário esclarecimentos sobre a reforma do Memorial da Resistência, na Avenida Rio Branco, cuja obra recebeu aditivo após conclusão, segundo denúncia da vereadora Marleide Cunha (PT), em pronunciamento na sessão de quarta-feira (29).

Além da convocação, a comissão requisitou à Prefeitura de Mossoró envio, em cinco dias úteis, de cópias da licitação, contrato, aditivo e demais documentos relacionados à reforma do Memorial da Resistência.

O colegiado tomou as duas decisões por unanimidade, com a presença dos vereadores Isaac da Casca (presidente), Francisco Carlos (vice-presidente) e Larissa Rosado (2ª suplente, convocada em razão das ausências dos vereadores Edson Carlos, secretário, e Naldo Feitosa, 1º suplente).

Também participaram da reunião e subscreveram o pedido os vereadores Omar Nogueira, Paulo Igo e Marleide Cunha. O vereador Pablo Aires foi representado pela assessoria.

A convocação é baseada no artigo 80 (inciso 6º) do Regimento Interno da Câmara e no artigo 47 (inciso 3º) da Lei Orgânica do Município. A comissão oficiará Rodrigo Lima sobre a convocação.

Esclarecimentos

Segundo Isaac da Casca, a convocação é necessária por causa de indícios de irregularidades e dificuldade de acesso à documentação da obra, conforme nota, assinada por 10 vereadores (a), a qual narra impossibilidade de obtenção de documentos, em visita de comitiva de parlamentares à Seimurb, quinta-feira (30).

“Queremos transparência, acompanhar a aplicação dos recursos públicos de Mossoró de forma clara”, justifica Isaac. Francisco Carlos acrescenta não se tratar de pré-julgamento a convocação do secretário, “mas necessidade de esclarecimento à sociedade”. Já Larissa Rosado diz querer preservar a prerrogativa da Câmara, “diante da falta de respostas da Prefeitura a pedidos oficiais de informações feitos pelo Legislativo”.

Isaac da Casca pede apoio para projeto que reserva vagas para ex-dependentes químicos

por Amanda Santana Balbi publicado 05/07/2022 11h30, última modificação 05/07/2022 11h30
Vereador destaca importância de dar oportunidade para preservar resultado positivo do tratamento
Isaac da Casca pede apoio para projeto que reserva vagas para ex-dependentes químicos

Vereador Isaac da Casca. Foto: Edilberto Barros/CMM

O vereador Isaac da Casca (MDB) defendeu um projeto de lei, de autoria dele, na sessão ordinária de hoje, 05, que autoriza a reserva de vagas nas empresas terceirizadas contratadas pela Prefeitura de Mossoró para dependentes químicos em tratamento. O vereador lembrou do estigma e das dificuldades enfrentadas pelos dependentes para conseguir a inserção no mercado de trabalho e ressaltou a importância do incentivo para que continuem longe das drogas.

Pelo projeto de lei, de 2% a 5% das vagas seriam destinados a estes pacientes. “A Prefeitura pode destinar essas vagas e assim ajudar essas pessoas a se transformarem e terem a dignidade de volta e o caráter devolvido através da oportunidade de emprego. Vão trabalhar e levar o sustento para casa”, disse.

Comissão   

 Isaac da Casca também reforçou o pedido de explicações feito, ontem, pela Comissão de Planejamento, Uso, Ocupação e Parcelamento do Solo, Obras e Serviços Públicos sobre o aditivo realizado pela Prefeitura de Mossoró para a obra do Portal da Resistência, localizado na Avenida Rio Branco. O vereador questiona o aditivo, pois foi solicitado após conclusão da obra.

 O vereador e os demais componentes da Comissão solicitaram a explicação do secretário municipal de infraestrutura, meio ambiente, urbanismo e serviços urbanos, Rodrigo Lima sobre o motivo do aditivo.

 

Projeto propõe veto a testagem de produtos em animais

por Regy Carte publicado 05/07/2022 11h26, última modificação 05/07/2022 11h26
Proposta do vereador Tony Fernandes visa proteger os animais de sofrimentos desnecessários.
Projeto propõe veto a testagem de produtos em animais

PL propõe vetar a testagem de produtos em animais. Foto: Edilberto Barros/CMM

Por: Estela Vieira

A Câmara Municipal de Mossoró pode proibir a realização de testes de diversos produtos em animais. É o que diz o Projeto de Lei nº 84/2022, de autoria do vereador Tony Fernandes (Solidariedade). O PL declara, ainda, que o Poder Executivo deve incentivar o desenvolvimento de pesquisa científicas que desenvolvam técnicas para viabilizar a criação de alternativas éticas e seguras para substituição dos testes.

As punições para aqueles que infringirem a lei devem variar entre pessoa física e jurídica. Para o primeiro grupo, deve ser aplicada a multa de R$ 1.000,00 (mil reais), e em caso de reincidência, o valor deve ser dobrado. Para as pessoas jurídicas, a multa será de R$ 3.000,00 (três mil reais) por animal, e suspensão definitiva do alvará de funcionamento em caso de reincidência.

“Dada a diferença biológica entre as espécies por vezes, a testagem em animais revela-se como um método não completamente eficaz, que causa sofrimento desnecessário àqueles”, ressalta o parlamentar na justificativa do projeto, justificando uma das razões pelas quais o projeto é tão importante para proteger, inclusive, a integridade física destes indivíduos. A proposta tramitará nas comissões antes da votação final em plenário, salvo requerimento de urgência especial que abrevie sua tramitação

Vereador Lucas das Malhas destaca importância da construção da Casa da Mulher Brasileira em Mossoró

por Regy Carte publicado 05/07/2022 11h20, última modificação 05/07/2022 11h29
O parlamentar ainda anunciou uma Frente Parlamentar em defesa do esporte na cidade
Vereador Lucas das Malhas destaca importância da construção da Casa da Mulher Brasileira em Mossoró

Vereador destaca a importância da construção da Casa da Mulher Brasileira em Mossoró. Foto: Edilberto Barros/CMM

Por: Estela Vieira

Em pronunciamento durante a 42ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Mossoró, o vereador Lucas das Malhas (MDB) anunciou, hoje (5), a construção da Casa da Mulher Brasileira para a cidade de Mossoró. A obra deve prestar o apoio necessário às vítimas de violência do município, e representa um passo importante na luta contra esses abusos.

A Casa da Mulher Brasileira é um espaço integrado e humanizado de atendimento de mulheres em situação de violência doméstica e familiar. A Casa faz parte do “Programa Mulher Vivendo sem Violência”, do Governo Federal, e é uma das estratégias de enfrentamento à violência de gênero.


Esporte
O edil ainda falou sobre a importância de criar uma Frente Parlamentar em defesa do esporte mossoroense para fortalecer os grandes e pequenos atletas da cidade. Lucas das Malhas convidou os demais vereadores a participarem da frente, e fez um apelo para que a iniciativa privada venha a aderir ao projeto.

“Temos que investir nas escolinhas de futebol de Mossoró, porque estaremos investindo na educação, no esporte e na segurança, pois são vias que caminham juntas. No momento em que uma criança está praticando um esporte, ela não está na rua, exposta aos crimes e demais coisas ilícitas, o que consequentemente melhora a segurança pública”, afirmou o parlamentar durante seu pronunciamento, destacando os motivos pelos quais o projeto de criação da frente em prol do esporte é tão importante para diversos setores da cidade.

Tribuna Popular: Advogada apresenta dados sobre feminicídios e defende políticas públicas para vítimas

por Amanda Santana Balbi publicado 05/07/2022 11h19, última modificação 05/07/2022 11h19
Dependência financeira de mulheres é apontada como principal vulnerabilidade
Tribuna Popular: Advogada apresenta dados sobre feminicídios e defende políticas públicas para vítimas

Advogada Susiany Araújo na Tribuna Popular. Foto: Edilberto Barros/CMM

Na Tribuna Popular de hoje, 05, a advogada Suziany Katherine Santos Araújo, membro da Comissão da Mulher Advogada da OAB Mossoró, apresentou uma pesquisa sobre as vítimas de tentativa de feminicídio e de feminicídio no município de Mossoró.

De acordo com a advogada, 53% das vítimas não trabalhavam e eram dependentes financeiramente dos agressores. “38% tinham de 20 à 30 anos e 40% tinham de 30 a 40 anos, idade em que já podem estar no mercado de trabalho”, afirmou.

Suziany afirma que a pesquisa apresentada mostra como a dependência financeira das vítimas as força a estar em relacionamentos abusivos que podem terminar em feminicídios. “Analisamos os processos em Mossoró e conseguimos conhecer um pouco sobre a situação dessas mulheres. A dependência econômica faz com que permaneçam ligadas aos agressores. É preciso dar autonomia financeira das mulheres de nossa cidade para romper com o ciclo de violência”, finalizou.

Projeto

A vereadora Marleide Cunha (PT) aproveitou a fala na Tribuna Popular para pedir apoio dos vereadores para um projeto de lei, de autoria dela, que pede reserva de vagas para mulheres vítimas de violência doméstica nas empresas terceirizadas de Mossoró.

A parlamentar lembrou que um projeto semelhante ao dela, de autoria de outro vereador, determinou a reserva de vagas para pessoas egressas do sistema prisional e foi votado em regime de urgência. “Não há impedimento legal para também termos uma lei que reserve vagas para mulheres vítimas de violência. Estou há mais de um ano aguardando a aprovação do projeto que é tão importante para acabar com o ciclo da violência”, afirmou.

Audiência pública debate desafios e conquistas da psicologia

por Amanda Santana Balbi publicado 29/06/2022 19h00, última modificação 29/06/2022 16h14
Audiência é de autoria do vereador Tony Fernandes
Audiência pública debate desafios e conquistas da psicologia

Foto: Edilberto Barros/CMM

A Câmara Municipal de Mossoró realizou, na tarde de hoje, 29, uma audiência pública em homenagem aos 15 anos do Conselho Regional de Psicologia e aos 60 anos da regulamentação da profissão no Brasil. A autoria da audiência partiu do mandato do vereador Tony Fernandes (SD).

 Na ocasião, além de debater conquistas e desafios da profissão como o maior acesso a profissionais de psicologia no interior, novas demandas que os psicólogos receberam durante a pandemia e com as novas tecnologias, seis nomes da psicologia receberam homenagens.

 “Estamos em um momento de celebração. Falar de psicologia hoje é falar de vários espaços que a psicologia conquistou. Hoje o psicólogo está em todos os lugares. Se pensamos em saúde pensamos em psicólogos, na área social temos psicólogos nos Cras e unidades socioeducativas, nas unidades jurídicas, nos presídios estaduais e federais, nas organizações. Uma profissão apaixonante, uma ciência maravilhosa e algo transformador na vida das pessoas”, reforça Kalyana Cristina, coordenadora do curso de psicologia da Faculdade Católica do RN.

Confira o currículo dos homenageados:

Marilu Martins Silva Conselheira do I Plenário do Conselho Regional de Psicologia CRP-17/RN, foi representante da Região Oeste do da 13ª Região – Seção Rio Grande do Norte. Atua na clínica, desde 1993, com Formação em Gestalt Terapia e Terapia Cognitivo Comportamental. Experiência em consultoria de RH e recrutamento e seleção, treinamentos e avaliação psicológica. É Psicóloga da Secretaria Estadual de Saúde do RN, lotada no Hospital Regional Tarcísio Maia, Mossoró, desde 2009 e Psicóloga da Secretaria de Saúde de Areia Branca, de 2006 a 2016.

 Francisca Nivânia Serafim da Cunha Conselheira do II e III Plenário Conselho Regional de Psicologia CRP17/RN.Psicóloga há 22 anos de Profissão com Licenciatura e Formação em Psicologia Organizacional pela UEPB, Especialista em Psicologia Clínica Fenomenológica-Existencial pela UFPB e Formação GestaltTerapia pelo Centro Gestáltico de Fortaleza, Arteterapeuta pela UNIFIP, Servidora Pública Municipal de Mossoró lotada no Hospital Psiquiátrico de Mossoró Dr. Milton Marques de Medeiros e idealizadora do Espaço Ostara .

Cássio Clayton Martins Andrade Conselheiro do III Plenário do Conselho Regional de Psicologia CRP17/RN. graduação pela Universidade federal da Paraíba, Especialista em psicodiagnóstico pela Unichristus e especialista em psicologia do trânsito Psicólogo do IFRN Pau dos Ferros, professor da faculdade evolução – (Facep). Atua há doze anos na clínica infantil e adolescente.

José Evangelista de Lima Conselheiro do IV Plenário do Conselho Regional de Psicologia CRP17/RN. Psicólogo, especialista em Psicologia e Saúde pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Mestrado em Educação pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Professor de Psicologia da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Psicólogo da Secretária Estadual de saúde pública do Rio Grande do Norte, lotado no Hemocentro Regional de Mossoró. Experiências Profissionais.

Maria Tereza Vieira Holanda Psicóloga, servidora pública da saúde no município de Mossoró, especialista em Abordagem Sistêmica da Família Gestalt Terapeuta. Acolhe e acompanha pessoas que convivem com HIV. Idealizadora do grupo de apoio Espaço da Palavra, bem como idealizadora do espaço terapêutico Centro Clinico Integrado. Profissional nos espaços da Psicologia Clínica individual e em grupo, da Psicologia da Saúde e da Psicologia Social.

Jesiane Maria de Sena Araújo Psicóloga e Economista. Especialista em Saúde da Família, em Neuropsicologia e Psicopedagogia. Mestre em Letras. Atua Hospital Regional Dr. Cleodon Carlos de Andrade, no NASF de Pau dos Ferros e na Clínica com abordagem Psicanalítica.

Francisco Carlos destaca trabalho de Beto Rosado para levar água a comunidades da Zona Rural

por Amanda Santana Balbi publicado 29/06/2022 14h55, última modificação 29/06/2022 22h29
Vereador ressaltou reconhecimento por trabalho de senadores e deputados por Mossoró
Francisco Carlos destaca trabalho de Beto Rosado para levar água a comunidades da Zona Rural

Vereador professor Francisco Carlos. Foto: Edilberto Barros/CMM

O vereador professor Francisco Carlos (Avant) comemorou a perfuração de poços na zona rural de Mossoró, na sessão de hoje, 29. O novo poço atende a comunidade Bom Destino e, de acordo com o parlamentar, foi feito através de recursos destinados pelo deputado federal Beto Rosado (PP).

“A comunidade estava há quase um ano sem água e agora conta com um poço que apresenta um bom volume. Outra comunidade que deve, em breve, receber este benefício, é a comunidade do Senegal”, explicou o vereador, que afirmou que outras cidades do Rio Grande do Norte também estão tendo acesso à água através de projetos do deputado Beto.

Francisco Carlos finalizou o discurso ressaltando a importância de a Prefeitura de Mossoró reconhecer as emendas e projetos destinados para Mossoró por senadores e deputados como Beto Rosado, Natália Bonavides, Isolda Dantas, General Girão, Zenaide Maia, Jean Paul e Styvenson, que independente de posição partidária, buscam melhorias para Mossoró. “Precisamos reconhecer o trabalho deles e reconhecer de onde vêm os recursos para nossa cidade”, afirmou o vereador.

 

Raério Araújo volta a cobrar ações da Caern em Mossoró

por Sérgio Oliveira publicado 29/06/2022 12h25, última modificação 29/06/2022 12h25
Vereador diz que empresa lucra muito e oferece pouco
Raério Araújo volta a cobrar ações da Caern em Mossoró

Vereador Raério Araújo. Foto: Edilberto Barros/CMM

ACompanhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) voltou a ser o foco central das críticas do vereador Raério Araújo (PSD), que afirma não aceitar o descaso da empresa com a cidade de Mossoró. De acordo com o parlamentar, a única missão da Caern em solo mossoroense é o lucro em seu setor de cobranças que trabalha mensalmente, tenha ou não água nas torneiras.

Hoje, disse Raério, Mossoró ultrapassa 20 milhões de lucro anual para essa empresa e, mesmo assim, não tem água sequer para tomar um banho. “É preciso chupar na mangueira para a água chegar na bomba. A Caern para fazer uma ligação o dono da casa tem que comprar tudo”, denuncia. Outro ponto que gera questionamento é o fato de a empresa dispor uma taxa de 10 metros e passa diretor para 20 metros na hora de fazer a cobrança, mesmo não tendo água.

Raério Araújo também estranhou o fato de haver participado de reunião com a presidência da Caern e ouviu desse a declaração de que em Mossoró a assistência é de primeiro mundo. “Certamente ele não conhece a cidade e muito menos, por exemplo, a situação do Santa Helena e dos Abolições”, sentenciou. Lembra o vereador que a cidade já deveria receber saneamento básico a partir das margens do rio Mossoró e, até agora, nada foi feito. Isso mostra, acrescenta o vereador, que a direção da Caern não conhece o município e isso mostra o descompromisso da governadora Fátima Bezerra com Mossoró.  

Citando o rio Mossoró como exemplo de descaso, Raério afirmou que ss gestores que passaram nunca ligaram ou direcionaram políticas públicas para a sua despoluição. Sempre jogaram tudo de ruim no seu leito. “Se fosse limpo, poderia ser fonte de renda e de água limpa”, acrescenta. Fechando seu tema, Raério disse que a Caern da governadora é pior que ela na gestão. Ela não pode administrar nada e a situação é crítica no Rio Grande do Norte.

Lucas das Malhas cobra mais rapidez na expedição de RG em Mossoró

por Sérgio Oliveira publicado 29/06/2022 12h11, última modificação 29/06/2022 12h11
Vereador também elogia segurança no Mossoró Cidade Junina
   Lucas das Malhas cobra mais rapidez na expedição de RG em Mossoró

Vereador Lucas das Malhas. Foto: Edilberto Barros/CMM

Usando a tribuna no plenário da Câmara Municipal de Mossoró durante o pequeno expediente da sessão da quarta-feira, 29, o vereador Lucas das Malhas (MDB) abordou dois temas. Tratou primeiramente da dificuldade para a expedição do Registro Geral (carteira de identidade) junto à Central do Cidadão em Mossoró e na sequência elogiou a segurança durante o evento Mossoró Cidade Junina.

Sobre a expedição do RG o vereador lamentou a morosidade desse trabalho na Central do Cidadão local. Aos seus pares ele narrou que uma senhora foi ao banco retirar sua aposentaria mensal quando lhe foi solicitado pelo funcionário da agência para renovar sua documentação. “Na Central do Cidadão ela foi informada que, para receber seu documento seria de 30 a 40 dias. Lamento que isso aconteça, afinal os aposentados dependem desses recursos para as suas despesas”, comentou.

Enquanto buscava sua documentação em Mossoró, com espera de trinta a quarenta dias, a aposentada tomou conhecimento que em outras cidades o prazo era bem menor. Existiam centrais inclusive, fora de Mossoró, que entregaria o documento no mesmo dia da solicitação. O vereador Lucas das Malhas aproveitou para questionar e pedir explicações sobre o motivo que Mossoró viva essa situação. Finalizou o tema pedindo em nome de todos que necessitam desse serviço, principalmente os aposentados, seja resolvido o mais rápido possível.

Mossoró Cidade Junina

O Mossoró Cidade Junina segue na pauta. O vereador Lucas das Malhas aproveitou para destacar mais uma vez a questão da segurança. Definiu o MCJ 2022 como sendo o mais seguro da história graças aos esforços das autoridades policiais do Estado, município e da própria segurança privada que também foi utilizada.

Por sua vez, lembrou o vereador, isso mostra que a paz reina quando existe a polícia na rua. Isso posto, aproveitou para cobrar da governadora Fátima Bezerra para que ofereça melhores condições de trabalho para a Polícia Militar no Rio Grande do Norte. Citou inclusive citou uma pesquisa que coloca algumas cidades do Estado entre as 20 mais violentas do Brasil. “Pedimos reforço ao nosso município, pois existe o aumento significativo de paz quando tem segurança”, cobrou. O edil encerrou sua fala parabenizando o comando da Guarda Civil Municipal e ao secretário de segurança do município pelo trabalho durante os festejos juninos.  

 

Marleide Cunha cobra explicações para aditivo em obra da PMM

por Regy Carte publicado 29/06/2022 12h09, última modificação 29/06/2022 12h09
Segundo vereadora, gestão publicou quase meio milhão para reforma já inaugurada
Marleide Cunha cobra explicações para aditivo em obra da PMM

Vereadora Marleide Cunha na sessão da Câmara desta quarta-feira, 29 (foto: Edilberto Barros/CMM)

Em pronunciamento na Câmara Municipal de Mossoró, hoje (29), a vereadora Marleide Cunha (PT) pediu explicações à Prefeitura de Mossoró “para aditivo da reforma do Memorial da Resistência, no valor de quase meio milhão de reais de uma obra já concluída e inaugurada”.

A parlamentar informou assinatura de contrato em 2021, de quase R$ 977 mil, em 24 de junho daquele ano, para a reforma do Memorial da Resistência, na avenida Rio Branco. Um ano depois, em 1º de junho de 2022, segundo ela, a Prefeitura publicou aditivo, de R$ 433 mil, para mesma obra.

“Um aumento de 44% do valor original da obra. Precisamos de esclarecimentos. Quanto da obra foi feito até dezembro? Quanto foi feito de 2021 até agora? O memorial foi inaugurado antes do aditivo. O que não estava previsto para haver esse acréscimo?”, questionou.

Outros vereadores, como Pablo Aires (PSB) e Isaac da Casca (MDB), reforçaram a cobrança e defenderam convite ao secretário municipal de Infraestrutura, Rodrigo Lima, para explicar a situação à Câmara. Vereadores governistas, por outro lado, atestaram a lisura do ato.

Outros temas

No mesmo pronunciamento, Marleide Cunha defendeu aprovação de projeto de sua autoria que reserva 5% das vagas de empresas terceirizadas da Prefeitura de Mossoró para mulheres vítimas de violência doméstica. “Há pareceres jurídicos sobre a constitucionalidade do projeto”, assegurou.

Em outro assunto abordado, a vereadora também disse ser necessário reconhecer o trabalho de todos (a) agentes públicos (a) que trabalham por Mossoró. Segundo ela, Mossoró não se resume ao CNPJ da Prefeitura, e envio de recursos para outras instituições precisam ser consideradas.

Vereador Paulo Igo cobra estrutura para UBS da Maisa

por Amanda Santana Balbi publicado 29/06/2022 11h26, última modificação 29/06/2022 11h26
Vereador defendeu servidores da saúde e cobrou condições de trabalho
Vereador Paulo Igo cobra estrutura para UBS da Maisa

Vereador Paulo Igo. Foto: Edilberto Barros/CMM

O vereador Paulo Igo (SD) cobrou mais uma vez estrutura para o atendimento médico na comunidade da Maisa, durante a sessão ordinária de hoje, 29. O parlamentar alegou que faltam medicamentos e material para a limpeza da Unidade Básica de Saúde e que muitas vezes, os servidores precisam adquirir com recursos próprios.

Paulo Igo destacou ainda que a responsabilidade não é dos servidores da unidade, e que eles se esforçam para trabalhar e atender a população local apesar da falta de recursos e estrutura. “A culpa é da gestão municipal. Se não há medicamentos, material de limpeza, gazes, a responsabilidade é da gestão e não dos servidores, que são dedicados e fazem o que pode”, afirmou.

Alto de São Manuel

Paulo Igo aproveitou o pronunciamento para relatar a situação da limpeza de ruas do bairro Alto de São Manuel, constatada pelo vereador após visita realizada ontem. “Caminhando pelas ruas, vi a necessidade da Secretaria de Infraestrutura realizar serviços ali. Vi também a necessidade de limpeza das ruas. E faço também um apelo pra população não jogar lixo em locais proibidos, pois acaba entupindo os bueiros”.

 

 

 

 

 

Câmara realiza Audiência Pública em homenagem aos 15 anos do Conselho Regional de Psicologia e 60 anos da regulamentação da psicologia no Brasil

por Amanda Santana Balbi publicado 28/06/2022 15h00, última modificação 28/06/2022 15h00
Autoria é do vereador cabo Tony Fernandes

A Câmara Municipal de Mossoró vai realizar uma audiência pública em comemoração aos 15 anos do Conselho Regional de Psicologia e dos 60 anos da Regulamentação da Psicologia no Brasil, na quarta-feira, 29, às 15h. A audiência é de autoria do vereador Tony Fernandes (SD).

Na ocasião, além do debate sobre as conquistas e desafios da profissão de psicologia, profissionais de psicologia receberão homenagens do Conselho Regional.

A audiência pública será transmitida ao vivo pela TV Câmara Mossoró e pelo site www.mossoro.rn.leg.br .

 

 

Vereador Marckuty destaca recuperação das estradas vicinais

por Amanda Santana Balbi publicado 28/06/2022 14h46, última modificação 28/06/2022 14h46
As obras visam sanar os danos causados pelas chuvas intensas nestas regiões
Vereador Marckuty destaca recuperação das estradas vicinais

Vereador Marckuty da Maisa. Foto: Edilberto Barros/CMM

Por: Estela Vieira

O vereador Marckuty da Maísa (Solidariedade) usou seu momento de fala, na 40ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Mossoró, nesta terça-feira (28), para anunciar manutenções em algumas estradas da zona rural. As obras visam sanar os danos causados pelas chuvas intensas nestas regiões.

Percebendo o sofrimento das comunidades do interior de Mossoró com a degradação das estradas vicinais da zona rural, o parlamentar revelou ter entrado em contato com o Poder Executivo do município para que seja dada mais atenção a estes locais. As máquinas utilizadas nas obras são da Prefeitura Municipal de Mossoró e, apesar da baixa quantidade de aparelhos disponíveis, a manutenção já iniciou na estrada da Alagoinha, devendo seguir até a região da Maísa.

O vereador anunciou que a prefeitura já está trabalhando no direcionamento de recursos para a aquisição de mais máquinas para a zona rural da cidade. Com a aquisição dos aparelhos, essas e outras obras que visam melhorias para o interior de Mossoró devem ser executadas com mais agilidade, beneficiando a população local.

"As estradas rurais que não têm pavimentação sofreram muito com as chuvas, e 90% das estradas vicinais dessas comunidades estão deterioradas. Mas o esforço de recuperação já começou e, em breve, a situação estará bem melhor", pontuou o parlamentar.

Omar Nogueira reivindica concurso público em Mossoró

por Amanda Santana Balbi publicado 28/06/2022 14h40, última modificação 28/06/2022 14h40
Vereador destacou baixo efetivo da guarda municipal
Omar Nogueira reivindica concurso público em Mossoró

Vereador Omar Nogueira. Foto: Edilberto Barros/CMM

Com o objetivo de aumentar o número de servidores públicos na área de segurança e de saúde em Mossoró, o vereador Omar Nogueira (Patriotas) apontou a necessidade da realização de concursos públicos no município. De acordo com o vereador, quando o secretário municipal de segurança pública concede entrevistas, demonstra a necessidade de aumento do efetivo. “Quando o secretário dá entrevistas, fala que o quadro efetivo da guarda municipal é pouco, então precisa realizar concurso público, porque é preciso ter guardas nas UBS e escolas municipais”, explicou.

 Na área da saúde, o vereador destacou a boa atuação dos servidores que trabalham nas Unidades Básicas de Saúde, Unidades de Pronto Atendimento e em programas como Saúde da Família, mas ressaltou que é preciso dar apoio aos profissionais com aumento de servidores e melhoria no salário. “Precisam olhar com bons olhos pros servidores públicos. Alguns ganham menos que um salário mínimo”, disse.

Infraestrutura

Omar Nogueira ressaltou ainda a necessidade de uma maior fiscalização nas obras realizadas com dinheiro público pela Prefeitura de Mossoró e citou exemplos de obras recém inauguradas que apresentam problemas estruturais. “Ontem procurei a Secretaria de Infraestrutura. Ali no bairro Santa Helena, no final da Alberto Maranhão, a pavimentação que inauguraram afundou no calçamento. É preciso ter mais atenção e fiscalização. A empresa que fez precisa refazer”, disse.

Tribuna Popular: representante do Alto de São Manuel reivindica serviços para o bairro

por Amanda Santana Balbi publicado 28/06/2022 14h33, última modificação 28/06/2022 14h33
Limpeza de ruas, calçamento e reforma de praças foram destaque
Tribuna Popular: representante do Alto de São Manuel reivindica serviços para o bairro

Clauro Maurício, morador do Alto de São Manuel. Foto: Edilberto Barros/CMM

 O morador do Alto de São Manuel, Clauro Maurício, utilizou a Tribuna Popular da Câmara Municipal de Mossoró para reivindicar serviços para o bairro, na sessão desta terça-feira, 28. 

Serviços de limpeza de ruas e obras como calçamento, pavimentação e reforma de praças fizeram parte das reivindicações. “Somos uma comunidade carente. Peço aos vereadores que façam o que está ao alcance de vocês para nos ajudar”, afirmou.

Vereador Paulo Igo solicita melhorias pra Zona Rural de Mossoró

por Amanda Santana Balbi publicado 28/06/2022 14h27, última modificação 28/06/2022 14h27
Vereador destacou falta de infraestrutura nas estradas vicinais
Vereador Paulo Igo solicita melhorias pra Zona Rural de Mossoró

Vereador Paulo Igo. Foto: Edilberto Barros/CMM

O vereador Paulo Igo (SD) pediu maior atenção da Prefeitura de Mossoró para a zona rural, na sessão ordinária de hoje, 28. O parlamentar relatou, que em recente visita às comunidades de Lagoa do Xavier e Pau Branco, foram constatadas a má conservação das estradas vicinais que dão acesso às comunidades e dificuldades no atendimento médico.

“A Lagoa do Xavier está esquecida. Não tem uma Unidade Básica de Saúde e a população que precisa tem que se deslocar pra outras comunidades. O acesso é difícil pela estrada, que está quase intrafegável. Muitos postes estão apagados também”, relatou Paulo Igor.

Já na comunidade de Pau Branco, o vereador informou que uma casa foi alugada e adaptada para servir como Unidade Básica de Saúde, mas  ainda não foi inaugurada. “Segundo conversas dos moradores, a UBS não foi inaugurada, porque o prefeito não teve tempo de ir inaugurar. Quero acreditar que isso é conversa paralela. Mandei um ofício para a secretária Morgana questionando o porquê da Unidade estar fechada”, disse.

Limpeza

O vereador aproveitou o espaço no grande expediente para solicitar a limpeza do matagal presente em ruas no Parque Universitário. De acordo com Paulo Igo, pessoas se aproveitam do mato alto para se esconder e praticar assaltos.

Genilson Alves exalta sucesso do Mossoró Cidade Junina

por Regy Carte publicado 28/06/2022 12h57, última modificação 28/06/2022 12h57
Segundo vereador, evento obteve êxito de crítica e de público
Genilson Alves exalta sucesso do Mossoró Cidade Junina

Vereador Genilson Alves discursa na sessão desta terça-feira, 28 (foto: Edilberto Barros/CMM)

O vereador Genilson Alves (Pros) destacou, em pronunciamento na Câmara Municipal, hoje (28), o sucesso do Mossoró Cidade Junina 2022. Segundo ele, o evento superou expectativas, da abertura, no Pingo da Mei Dia (dia 4), ao encerramento, no Boca da Noite (sábado, 25).

Genilson Alves chamou atenção para estrutura de qualidade, como na Estação das Artes (palco e demais componentes), na Cidadela Junina e Arena Deodete Dias (quadrilhas juninas). “As atrações também não deixaram a desejar e agradaram diversos públicos”, frisou.

Outros destaques, segundo o parlamentar, foram espaços para artesãos, aquecimento do comércio formal e informal, movimento do setor de serviços. Chamaram ainda atenção os diversos polos do evento, como o Chuva de Bala no País de Mossoró, Circo do Forró, entre outros.

“Parabenizo todos e todas que trabalharam para o Mossoró Cidade Junina virar realidade, após dois anos sem evento de forma presencial (em 2021, ocorreu remoto). Parabenizo as diversas secretarias envolvidas, forças de segurança, setor de limpeza pública, enfim, todos”, reconheceu.

Genilson Alves dirigiu parabéns especial ao prefeito Allyson Bezerra pelo empenho e competência mais uma vez demonstrados. E disse que o sucesso do Mossoró Cidade Junina resulta de planejamento iniciado em 2021, através de escuta a barraqueiros e demais participantes no evento.

“A 25ª edição do Mossoró Cidade Junina não deixou a desejar, diferentemente de edições anteriores, quando até camarote chegou a desabar. Vale salientar que todos e todas artistas que se apresentaram no evento já receberam o seu cachê, outro diferencial”, observou.

Vereador Pablo Aires repudia injúria racial sofrida por adolescente

por Regy Carte publicado 28/06/2022 12h53, última modificação 28/06/2022 12h53
Adolescente foi xingado de macaco por expectadores de jogo de basquete em Mossoró
Vereador Pablo Aires repudia injúria racial sofrida por adolescente

Vereador Pablo Aires na sessão desta terça-feira, 28: protesto contra racismo (foto: Edilberto Barros/CMM)

Por: Assessoria vereador Pablo Aires

 

O vereador Pablo Aires (PSB) utilizou a palavra na sessão desta terça-feira (28/06) para manifestar seu repúdio diante do episódio racista ocorrido ontem, durante um torneio de basquete no Ginásio Pedro Ciarlini, onde um jovem estudante que jogava em um dos times sofreu injúria racial por parte de pessoas que estavam na arquibancada e que o chamaram de macaco, fazendo também gestos e sons relacionados a macacos, dirigido ao jovem. 

“Ainda há reflexos do racismo no nosso país e infelizmente foi o que vimos acontecer aqui em nossa cidade, contra um adolescente que terá impacto ao longo de sua vida. Essa casa tem o papel de deixar claro que o racismo não será permitido em nossa sociedade e nem que um adolescente seja constrangido sendo associado a um macaco por sua cor de pele. Isso é um absurdo”, afirmou Pablo Aires. 

O vereador Pablo também propôs que a Câmara Municipal possa encaminhar uma moção de solidariedade ao aluno e manifestar repúdio a qualquer posicionamento de injúria racial.

Raério Araújo enaltece êxito do Mossoró Cidade Junina 2022

por Sérgio Oliveira publicado 28/06/2022 12h50, última modificação 28/06/2022 12h50
Vereador parabeniza população que recebeu bem o turista
Raério Araújo enaltece êxito do Mossoró Cidade Junina 2022

Vereador Raério na sessão desta terça-feira, 28 (foto: Edilberto Barros/CMM)

O sucesso de mais um evento Mossoró Cidade Junina foi destaque na sessão ordinária desta terça-feira, 28, durante discurso do vereador Raério Araújo (PSD) no grande expediente. Ele aproveitou para parabenizar diferentes seguimentos pela participação na organização e execução do evento. Em particular, destacou o comportamento da população de Mossoró ao recepcionar o turista de maneira cordial.

Lembra o vereador que, após dois anos sem a realização por conta da pandemia da Covid-19, o Mossoró Cidade Junina aconteceu acompanhado de uma grande multidão, organização e, principalmente, segurança. “Durante o evento, nenhum caso grave foi registrado, e por isso nós parabenizamos a Polícia Militar, a Guarda Municipal e Polícia Civil”, destacou. O vereador estendeu seus parabéns ao pessoal da saúde pública, que montou um bom esquema de assistência aos participantes.

Apesar de todas as ações contra o evento, lembrou Raério, o sucesso foi inevitável. No aspecto econômico, a cidade saiu no lucro, bastando citar como exemplo os hotéis que ficaram lotados, os barraqueiros que venderam bem e até os ambulantes que, diferente de outras festas, esse ano foi dispensado do pagamento de taxa de R$ 150,00. Soma-se a tudo isso o sucesso no polo Cidadela, além do evento Chuva de Bala no País de Mossoró.

Retomando o tema da segurança, o vereador Raério Araújo disse que funcionou, inclusive com forças estaduais que vieram e receberam apoio. “Isso mostra à governadora que, investindo na segurança, diminui a matança que vem acontecendo em Mossoró. Em Caicó existem três vezes mais policiais em relação àtropa de Mossoró. Ela chama o presidente de genocida e ela é o quê? ”, comenta e questiona. De acordo com o parlamentar do PSD, a governadora Fátima Bezerra não tem o menor respeito por Mossoró e a região Oeste.

Isaac da Casca reforça defesa do projeto de apoio a dependentes químicos

por Sérgio Oliveira publicado 28/06/2022 12h47, última modificação 28/06/2022 12h47
Vereador pede apoio para aprovação em regime de urgência
Isaac da Casca reforça defesa do projeto de apoio a dependentes químicos

Vereador Isaac da Casca, na sessão de hoje (28)

Aproveitando a data de 26 de junho, Dia Mundial de Combate às Drogas, o vereador Isaac da Casca (MDB) pediu aos seus pares o apoio necessário para aprovação de projeto de sua autoria de apoio aos dependentes químicos em Mossoró. Lembrou o parlamentar que as drogas destroem a vida de muitas pessoas, citando que hoje a realidade é que, ou existem alguém na família passando por esse problema, ou as conhecem casos graves de dependência química, ou seja, uma questão de saúde pública, educação e segurança, já que toda a sociedade sofre quando não cuida das pessoas nestas condições.

Citando mais uma vez que fala por experiência própria, pois conviveu com essa situação da qual conseguiu sair, vivendo 10 anos “limpo”, o vereador justifica que hoje, como parlamentar, assumiu essa bandeira de defesa dos dependentes químicos.  “Peço apoio ao projeto de nossa autoria em regime de urgência porque muitas vidas estão sendo perdidas pelo uso de drogas”, reforça.

De acordo com Isaac, pessoas em tratamento não têm oportunidade no mercado de trabalho devido ao preconceito e à descrença na mudança de comportamento. “É possível sim a recuperação e nós estamos aqui para mostrar que é possível ajudar por nova oportunidade e nova vida”, acrescenta.

O vereador seguiu com seus argumentos, afirmando que muitas vezes o dependente químico perde a sua identidade, já que a droga tem esse poder. O projeto propõe que as empresas que prestam serviços ao município passem a destinar parte das suas vagas a essas pessoas. Entende Isaac da Casca que não é uma solução, porém ameniza o impacto das drogas na vida dessas pessoas. A proposta envolve os serviços públicos e privados em Mossoró.

 

Câmara promove capacitação em atendimento para servidores

por Regy Carte publicado 23/06/2022 12h04, última modificação 23/06/2022 12h04
Minicurso, nesta quinta-feira (23), contemplou colaboradores terceirizados e outros servidores do Legislativo
Câmara promove capacitação em atendimento para servidores

Minicurso, hoje (23), na Câmara, abordou qualidade em atendimento (Foto: Edilberto Barros/CMM)

A Câmara Municipal de Mossoró promoveu o minicurso Qualidade no Atendimento: um Diferencial Necessário, na manhã desta quinta-feira (23). Ministrada pelo professor Vagner Miranda de Carvalho, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), a capacitação contemplou colaboradores terceirizados e outros servidores do Legislativo.

O treinamento foi realizado no plenário e abordou a importância do bom atendimento ao público. Diariamente, a Câmara recebe visitas de cidadãos e cidadãs em busca de informações e serviços nos gabinetes parlamentares e outros setores. Daí, segundo Vagner Miranda de Carvalho, a relevância de atender a clientela do Poder Legislativo de forma eficaz.

“Todos os servidores e servidoras precisam ter a responsabilidade e a consciência de prestar um bom atendimento”, ressaltou o professor. Para isso, segundo ele, é necessário aspectos visuais, como boa apresentação e cuidado com a imagem. Atendimento impessoal, linguagem corporal e relacionamento também são fundamentais.

Ele abordou diversos outros aspectos para um bom atendimento, como necessidade de fazer bom uso da tecnologia e estabelecer cultura de qualidade em atender o público. Também ressaltou agilidade e análise de resultados. “A meta sempre tem que ser deixar satisfeito quem busca o atendimento na Câmara Municipal”, frisa.

O minicurso faz parte da política de valorização do servidor da Câmara e da Fundação Aldenor Nogueira, segundo o presidente do Legislativo, Lawrence Amorim (Solidariedade). “Capacitação profissional é uma das metas da nossa gestão”, assegura. Segundo o vereador, outras iniciativas semelhantes estão previstas na Casa de Leis, ainda este ano.

Vereador Edson Carlos defende construção de UPA nos Abolições

por Regy Carte publicado 22/06/2022 12h01, última modificação 22/06/2022 12h01
Conhecido por agir em defesa da saúde pública, vereador Edson Carlos volta a defender a ampliação das UPAs para a região Oeste.
Vereador Edson Carlos defende construção de UPA nos Abolições

Vereador Edson Carlos ressalta importância de nova UPA (Foto: Edilberto Barros/CMM)

Nesta terça-feira (21), durante a 38ª sessão ordinária da Câmara Municipal de Mossoró, o vereador Edson Carlos (Cidadania) usou sua fala para defender a construção de uma UPA na região Oeste da cidade. O parlamentar é conhecido por atuar em prol da saúde pública no município, e tem como uma de suas lutas a construção da nova unidade.

Atualmente, Mossoró conta com somente três unidades para atender aos mais de 300 mil cidadãos. As UPAs suprem as necessidades da região Norte, Leste e Sul, já que estão localizadas, respectivamente, nos bairros Santo Antônio, Alto de São Manoel e Belo Horizonte. A construção de uma nova unidade para os Abolições complementaria a assistência da saúde pública no Oeste de Mossoró, e desafogaria as demais unidades.

“As UPAs prestam um serviço de excelência em nossa cidade, porém, muitos moradores de regiões dos Abolições têm dificuldades em arcar com despesas do transporte para outros bairros para procurar atendimento”, apontou o parlamentar, mostrando também a dificuldade que a região Oeste sofre ao necessitar de um longo deslocamento até uma das unidades já existentes.

O pleito em defesa da UPA na área das Abolições está contida na Indicação 2718/2022, aprovada em plenário. A indicação já foi encaminhada ao Executivo que, por meio da secretaria competente, deve realizar a construção da unidade na região.

Pablo Aires propõe Projeto de Lei que determina a divulgação do currículo de cargos comissionados de Mossoró

por Amanda Santana Balbi publicado 21/06/2022 15h07, última modificação 21/06/2022 15h07
Para Pablo, o projeto assegura mais transparência nas contratações feitas pelo Município
Pablo Aires propõe Projeto de Lei que determina a divulgação do currículo de cargos comissionados de Mossoró

Vereador Pablo Aires. Foto: Edilberto Barros/CMM

Por: assessoria de Pablo Aires

O Vereador Pablo Aires (PSB) protocolou o Projeto de Lei que dispõe sobre a obrigatoriedade da publicação do currículo profissional de todos os servidores públicos ocupantes de cargos comissionados, no âmbito dos Poderes Executivo e Legislativo, assim como também de autarquias e fundações no âmbito do Município de Mossoró, no site oficial da Prefeitura de Mossoró.

Conforme o projeto a publicidade deverá conter obrigatoriamente as informações como: nome completo do servidor, cargo que ocupa, com detalhamento de salário, órgão ao qual está vinculado, grau de instrução, formação acadêmica e experiência profissional ou social relevante para ocupar o referido cargo.

“O projeto assegura mais transparência nas contratações feitas pelo Município e privilegia o direito fundamental à informação conforme determina a Constituição Federal, assegurando a todos os cidadãos o acesso à informação de interesse público da coletividade”, ressalta Pablo Aires.

A ideia do projeto é que estas informações sejam disponibilizadas sem a necessidade de custos adicionais, nos sites oficiais já existentes da Prefeitura Municipal de Mossoró, da Câmara Municipal, das autarquias e fundações municipais.

Omar Nogueira elogia atuação de líderes comunitários

por Amanda Santana Balbi publicado 21/06/2022 15h03, última modificação 21/06/2022 15h03
Vereador destacou importante trabalho realizado pelos comunitários
Omar Nogueira elogia atuação de líderes comunitários

Vereador Omar Nogueira. Foto: Edilberto Barros/CMM

O vereador Omar Nogueira elogiou a atuação dos líderes comunitários, durante a sessão ordinária de hoje, 21. De acordo com o parlamentar, os líderes são vereadores que não recebem salário e não possuem mandato. “Muitos pegam o pão de cada dia para dividir com a comunidade, porque sabem do sofrimento das pessoas mais carentes”, relatou Omar.

O vereador citou os líderes comunitários Alison Silva, Genilton Félix, professor Jailson e Marcos Locutor, durante o discurso e os parabenizou pelo trabalho de cobrança e de busca de melhorias para os bairros de Mossoró. “Alison procurou o nosso mandato hoje, pedindo que solicitássemos a limpeza do bairro Pousada do Thermas e vamos cobrar”, garantiu Omar.

Fome

Omar Nogueira também destacou o aumento da miséria no país e defendeu o projeto do vereador Isaac da Casca, que cria o Fundo de Combate à Fome no município de Mossoró. “O regime de urgência pra votação do projeto foi derrubado pelos vereadores de situação, mas vamos defender que o projeto continue. São muitas famílias passando fome e precisamos mudar isso”, afirmou.

Infraestrutura

 Finalizando o pronunciamento, o vereador cobrou atenção para os bairros Santa Helena, Paredões e Santo Antônio, além das comunidades da zona rural de Mossoró, como Passagem de Pedra, Sítio Santo Antônio, Sítio Ema, Tabuleiro Alto, entre outros. “São comunidades que estão esquecidas”, disse.

 

Larissa Rosado defende ações que combatam a insegurança alimentar em Mossoró

por Amanda Santana Balbi publicado 21/06/2022 14h24, última modificação 21/06/2022 14h24
Vereadora destacou necessidade de políticas publicas contra a miséria
Larissa Rosado defende ações que combatam a insegurança alimentar em Mossoró

Vereadora Larissa Rosado. Foto: Edilberto Barros/CMM

Na sessão de hoje, 21, a vereadora Larissa Rosado (União Brasil) pediu uma maior atenção da Prefeitura de Mossoró para as famílias que estão em situação de insegurança alimentar. A vereadora destacou que o número de pessoas passando fome aumentou em todo o Brasil e que Mossoró precisa aplicar políticas públicas para que a população mais carente da cidade não passe fome.

 De acordo com a parlamentar, um projeto do vereador Isaac da Casca (MDB) poderia ser uma das soluções para melhorar a situação dessas famílias em Mossoró. “Ele colocou para votação em regime de urgência a criação do Fundo de Combate a Fome na cidade de Mossoró. Porém, não foi aprovado. Mas mesmo assim ainda podemos aprovar o projeto em regime de tramitação normal. A maioria dos vereadores são pais e mães e tenho certeza que todos querem as mesmas oportunidades que damos pro nossos filhos para os filhos dos outros. Não podemos deixar famílias passarem fome”, defendeu.

 Larissa destacou que o problema é nacional, mas deve-se agir localmente. “Matérias nos jornais mostram que são mais de 33 milhões de brasileiros na miséria. Em Mossoró, nas ruas vemos diariamente o aumento de pessoas pedindo comida, pedindo dinheiro para se manter. As pessoas precisam de dignidade para viver, e é isso que cobramos da Prefeitura”, afirmou.

Itapetinga

Larissa Rosado também comentou sobre os protestos dos moradores do bairro Itapetinga. “Os moradores reivindicam calçamento pois não estão conseguindo transitar nas ruas nem de bicicleta, nem de carro ou moto. Lutam por uma unidade de saúde e escolas no bairro. O bairro precisa ser visto pelo prefeito. A população está pedindo socorro”, finalizou.

Vereador Lucas das Malhas faz apelo para que população utilize os ônibus de linha da cidade

por Amanda Santana Balbi publicado 21/06/2022 13h59, última modificação 21/06/2022 13h59
Vereador tem receio de que linhas não consigam se manter por falta de usuários
Vereador Lucas das Malhas faz apelo para que população utilize os ônibus de linha da cidade

Vereador Lucas das Malhas. Foto: Edilberto Barros/CMM

O vereador Lucas das Malhas (MDB) fez um apelo, na sessão de hoje, 21, para que as pessoas utilizem o transporte público coletivo de Mossoró. O vereador destacou que a cidade de Mossoró, anteriormente, tinha um déficit de linhas de ônibus, mas agora a frota foi ampliada.  “O prefeito agiu e ampliou o serviço. Agora bairros como o Planalto 13 de Maio, que há anos não tinha transporte coletivo, têm. Mas a população precisa utilizar para que seja viável que ele continue”, afirmou.

Para o vereador, o transporte via ônibus de linha é um grande benefício que está crescendo em Mossoró e precisa do apoio dos usuários. “A passagem hoje, tem um valor acessível, e muitos bairros já possuem linhas. Resta a população utilizar”, disse. Atualmente, a passagem custa R$ 3,50. Para informações sobre linhas e trajetos dos ônibus da empresa Cidade do Sol, basta acessar o site https://cidadedosoltransportes.com.br/ e as redes sociais da empresa.  

Líder comunitário critica uso de recursos públicos para edição de livro sobre homenagem ao Mossoró Cidade Junina

por Amanda Santana Balbi publicado 21/06/2022 13h39, última modificação 21/06/2022 13h39
Iniciativa do livro foi do mandato do deputado federal Beto Rosado
Líder comunitário critica uso de recursos públicos para edição de livro sobre homenagem ao Mossoró Cidade Junina

Líder comunitário do Santa Delmira, Marcos Locutor. Foto: Edilberto Barros/CMM

O líder comunitário Antônio Marcos da Silva, morador do bairro Santa Delmira, utilizou a Tribuna Popular de hoje, 21, para criticar o deputado federal Beto Rosado pelo lançamento do livro “Mossoró Cidade Junina Encanta o Congresso Nacional”.

O livro em questão fala sobre uma sessão solene realizada na Câmara dos Deputados, em Brasília, no ano de 2019, onde o evento Mossoró Cidade Junina e a peça de teatro “Chuva de Bala no País de Mossoró” receberam homenagens e foram exaltados pelos demais parlamentares. Na ocasião, artistas, integrantes de quadrilhas juninas e pessoas que contribuíram para o MCJ também receberam homenagens.

 De acordo com o líder comunitário, o livro é uma vergonha, pois foi publicado com dinheiro público. “Uma vergonha pra Mossoró. Isso é pago pelo dinheiro do povo, dinheiro nosso, publicado pelo deputado Beto Rosado. Quantos mil exemplares foram tirados de 2020 pra cá? ”, questionou.

Outra crítica de Marcos Locutor, como o líder comunitário é mais conhecido, foi a ausência, segundo ele, da ex-prefeita Rosalba Ciarlini no Mossoró Cidade Junina. “É uma vergonha ela não estar lá onde ela criou, no Mossoró Cidade Junina. Por quê? Por que não foi ela quem organizou?”, disse.

Em resposta, o vereador Francisco Carlos (Avante) defendeu o livro e destacou a importância do registro e da homenagem que o Mossoró Cidade Junina recebeu no Congresso Nacional. “Um evento que merece esse registro e realmente foi pago com o recurso do povo, aliás, o que não é pago com o dinheiro do povo? É um livro que exalta o evento Mossoró Cidade Junina e exalta a cultura de nossa cidade”, afirmou.  

Ações do documento