Notícias

por Interlegis — publicado 11/02/2021 15h16, última modificação 23/02/2021 16h13
Banco de notícias desta Casa Legislativa.

Câmara reconhece Ejad como patrimônio de Mossoró

por Regy Carte publicado 15/03/2022 12h40, última modificação 15/03/2022 12h52
Plenário aprovou projeto do vereador Paulo Igo, nesta terça-feira (15)
Câmara reconhece Ejad como patrimônio de Mossoró

Vereador Paulo Igo, na sessão de hoje, 15: projeto aprovado (foto: Edilberto Barros/CMM)

O plenário da Câmara Municipal de Mossoró aprovou, hoje (15), o Projeto de Lei 20/2022, que reconhece o Encontro de Jovens da Assembleia de Deus de Mossoró (Ejad) como patrimônio cultural imaterial de mossoró.

De autoria do vereador Paulo Igo (Solidariedade), a proposta também inclui o Ejad no calendário oficial do município. Destinado ao público evangélico, o evento é realizado anualmente, no Carnaval.

“O Ejad reúne milhares de jovens e é considerado o segundo maior evento do gênero em todo o Nordeste do país, e já é realizado há mais de duas décadas”, destaca Paulo Igo.

O evento é uma iniciativa do Departamento de Jovens da Assembleia de Deus em Mossoró (Dejadem). “Agradeço aos colegas vereadores pelos votos favoráveis ao nosso projeto”, reconhece.

Com aprovação no plenário da Câmara Municipal de Mossoró, o projeto que torna o Ejad patrimônio cultural imaterial de Mossoró segue à Prefeitura para sanção (torna-se lei) ou veto.

Omar Nogueira condena descaso com o bairro Santa Helena

por Sérgio Oliveira publicado 15/03/2022 12h20, última modificação 15/03/2022 12h20
Vereador quer saber destino dos recursos da iluminação pública
Omar Nogueira condena descaso com o bairro Santa Helena

Vereador Omar Nogueira. Foto: Edilberto Barros/CMM

O descaso da prefeitura de Mossoró em relação ao bairro Santa Helena, zona norte, tem gerado revolta dos seus moradores. Morador desta comunidade, o vereador Omar Nogueira (Patriota) tem recebido com frequência o pedido para que se posicione e cobre do poder público as soluções para todos os problemas do bairro. Omar Nogueira, também, abordou outros temas, como é o caso da cobrança sobre o destino dado aos valores que são arrecadados com a iluminação pública. 

Um caso grave recente gerou prejuízo e até risco de vida para os moradores. “Uma empresa contratada pela prefeitura que trabalha em um canal existente no bairro, escavou sem maior cuidado em torno de um poste de alta tensão. Com as chuvas o poste caiu e, graças a Deus, não atingiu ninguém”, narrou. A queda do poste deixou a população sem energia gerando prejuízos para comerciantes e as pessoas que dependiam da refrigeração para manter alguns produtos. O vereador disse que ligou para a prefeitura, porém, nenhuma providência foi tomada, sequer pela Defesa Civil. 

Ainda em favor do Santa Helena, disse Omar, o seu mandato vem cobrando a pavimentação de várias ruas. Principalmente depois de tomar conhecimento que existem recursos para que esse serviço seja feito em 23 artérias. E hoje de acordo com levantamento feito, apenas três foram beneficiadas e, mesmo assim, já existe uma apresentando problemas, com afundamento em alguns trechos. Como o dinheiro é público (erário), entende o vereador, a prefeitura não pode efetuar o pagamento por uma obra já danificada. “Precisamos honrar os votos que recebemos e cobrar. Venho sendo criticado porque cobrei medicamentos que faltavam na UPA, e não querem aceitar. Não vou abaixar a cabeça nos quatro anos que, se Deus quiser, vou passar aqui”, sentenciou.

Ainda no Santa Helena, além de ruas abandonadas com graves problemas no período chuvoso, com casas sendo alagadas, ainda existe o abandono da praça. Lembra o vereador Omar Nogueira que todos esses casos e a busca por solução, foram passados pelos próprios moradores. Enfim, registrando que não é nada pessoal, o vereador afirma afirmar que se o trabalho for feito usará o mesmo espaço para fazer o registro, porém agora é a população que cobra e a situação de momento é de partir coração no bairro Santa Helena. 


Iluminação 

Sobre o projeto de iluminação pública anunciado pelo governo municipal, disse o vereador, o povo de Mossoró quer saber onde vem sendo aplicado o percentual de 30% destinado para esse fim. “O prefeito Allyson precisa explicar onde vem sendo gasto. O povo precisa saber quanto é a arrecadação da iluminação pública”, cobrou Omar. De acordo com informes recebidos sobre a arrecadação, fala-se em R$17 milhões por ano. Se o valor for esse mesmo o vereador reforça que a população quer saber onde vem sendo aplicado esse dinheiro. “Esse é o nosso trabalho, fiscalizar e cobrar. Agindo assim, acho que não estou faltando com respeito a ninguém”, reforçou Omar Nogueira falando da postura que manterá até o final do seu mandato.


Paulo Igo presta conta da viagem que fez a Natal para falar de escolas estaduais

por Sérgio Oliveira publicado 15/03/2022 12h18, última modificação 15/03/2022 12h18
Em Mossoró, vereador visita bairros, pede recuperação de rodoviária e fala em favor da zona rural
Paulo Igo presta conta da viagem que fez a Natal para falar de escolas estaduais

Vereador Paulo Igo. Foto: Edilberto Barros/CMM

O vereador Paulo Igo (Solidariedade) aproveitou o pequeno expediente da sessão ordinária desta terça-feira, 15, para falar um pouco de sua agenda dos últimos dias. Narrou, entre outros pontos, a viagem até Natal quando esteve na secretaria de educação para tratar de assuntos ligados às condições das escolas da rede estadual de ensino, instaladas em Mossoró. Comentou ainda sobre visitas feitas ao bairro Alto da Pelonha e reivindicações em favor da zona rural. 

Em Natal, durante dois dias, quinta e sexta-feira da última semana, o vereador visitou a secretaria de educação. “Em Mossoró ouvi várias críticas das condições precárias de algumas escolas, como por exemplo no Abolição IV, e fui pedir para que a questão fosse solucionada”, disse. Paulo Igo, além de solicitar a construção de quadras poliesportivas para as escolas, aproveitou um encontro com o deputado Cel. Azevedo para pedir em favor da zona rural, especificamente, a perfuração de um poço na comunidade de Sussuarana. 

De volta a Mossoró, o vereador visitou a secretaria de infraestrutura e solicitou o serviço de limpeza no Terminal Rodoviário de Mossoró Diran Ramos do Amaral. “Entendo que, a rodoviária também é um cartão postal da cidade e hoje encontra-se abandonada, e isso não é bom”, reforça. Ainda na cidade o vereador visitou o bairro Alto da Pelonha, zona leste, onde conversou com moradores que pediram o calçamento de várias ruas. 

No local, como fruto negativo das últimas chuvas, o vereador constatou muita lama pelas ruas e água entrando nas residências. “Lembro que já visitei o local ao lado de outros vereadores e o próprio prefeito Allyson Bezerra que prometeu calçar essas ruas ainda esse ano. Vou procurar saber se a licitação já começou”, comentou. Paulo Igo aproveitou para solicitar à secretaria de infraestrutura que, antes da chegada do calçamento, possa passar uma máquina no bairro para melhorar as condições de tráfego. Outro pedido é que um serviço de limpeza seja realizado no Alto da Pelonha para a retirada de lixo e galhos de árvores depois da poda. “Continuarei aqui na defesa do povo e não farei do meu mandato, como já perguntaram se seria, um puxadinho da prefeitura”, concluiu, acrescentando que respeitará sempre os votos que recebeu nas urnas, independente de quantos tenham sido, na Câmara todos são iguais.


Pablo Aires obtém apoio para investigar crimes contra animais

por Regy Carte publicado 15/03/2022 12h00, última modificação 15/03/2022 12h00
Vereador se reuniu, ontem, com a delegada geral da Polícia Civil do RN
Pablo Aires obtém apoio para investigar crimes contra animais

Vereador Pablo Aires em pronunciamento na sessão desta terça-feira, 15 (foto: Edilberto Barros/CMM)

Em pronunciamento na Câmara Municipal de Mossoró, hoje (15), o vereador Pablo Aires (PSB) relatou agenda em Natal, ontem (14), quando se reuniu com a delegada geral da Polícia Civil do RN, Ana Cláudia Saraiva. Na ocasião, o vereador expôs seu projeto de criação de setor especializado em investigar crimes cometidos contra animais no estado.

A delegada Ana Cláudia, segundo ele, se comprometeu em escolher Mossoró como a primeira cidade para aplicação do projeto. O próximo passo é conseguir o financiamento. “Nosso mandato vai buscar em Brasília (DF) os recursos necessários para viabilizar a proposta”, informa o parlamentar.

Também na tribuna, Pablo Aires defendeu mais proteção aos animais, ao citar pesquisa de mestrado, realizada na Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) pela acadêmica Jessica Duarte Alves de Lima.

Com dados de 2015, o estudo é baseado em questionário e lança luz sobre o comportamento humano em relação a maus tratos contra animais em Mossoró. Quando perguntados se já tinham presenciado atropelamento de animais, 49% dos entrevistados responderam positivamente.

Indiferença

Segundo Pablo, o que chama atenção são respostas para outras perguntas. “Quando perguntados o que fazem quando presenciam atropelamento: 62% responderam não fazer nada; e o que faziam ao presenciar agressões e violência contra animais, 56% disseram não fazer nada”, lamenta.

A pesquisa traz ainda outros aspectos sobre a causa animal, como falta de estrutura do Poder Público para atendimento aos animais em risco. Como exemplo, Pablo Aires citou recente necessidade de captura de animal pelo Centro de Zoonoses, da Prefeitura de Mossoró.

“Mas o Centro de Zoonoses sequer dispunha de equipamentos para tal”, alerta o parlamentar. A situação, segundo ele, reforça a necessidade de fortalecer políticas públicas em defesa dos animais. “Fingir que o problema inexiste não é postura mais adequada para a situação”, diz.

Vereador Raério cobra repasse para a empresa que administra aeroporto de Mossoró

por Amanda Santana Balbi publicado 15/03/2022 11h57, última modificação 15/03/2022 11h57
Repasse é responsabilidade do Governo do Estado
Vereador Raério cobra repasse para a empresa que administra aeroporto de Mossoró

Vereador Raério Araújo. Foto: Edilberto Barros/CMM

O vereador Raério Araújo (PSD), na sessão ordinária de hoje, 15, cobrou o repasse, em dia, dos valores que o Governo do Estado precisa transferir para a empresa que administra o aeroporto de Mossoró.

O parlamentar ressaltou que já está frequente o anuncio das suspensões dos voos no aeroporto da cidade por falta de pagamento. “Como podemos falar em progresso, na cidade de Mossoró, que possui mais de 300 mil habitantes e que constantemente tem as atividades do aeroporto ameaçadas por falta de pagamento? Inclusive com demissão de funcionários”, disse.

Além dos repasses, o vereador cobrou outras promessas do Governo do Estado, como a reforma de escolas estaduais. E lembrou dos atrasos na regulação de pacientes do Hospital Regional Tarcísio Maia, que segundo ele, está piorando o estado de saúde de muitos pacientes. “É uma série de irresponsabilidades do Governo do Estado que está prejudicando a população de Mossoró e região. Uma falta de respeito com o interior. Queremos mais compromisso com nossos cidadãos”, finalizou.

Educação na zona rural e reajuste dos professores é tema de debate pelo vereador Francisco Carlos

por Amanda Santana Balbi publicado 15/03/2022 11h48, última modificação 15/03/2022 11h48
Vereador questiona aumento real e solicita professores formados em educação no campo para zona rural
Educação na zona rural e reajuste dos professores é tema de debate pelo vereador Francisco Carlos

Vereador Francisco Carlos. Foto: Edilberto Barros/CMM

O vereador professor Francisco Carlos (PP) questionou a publicidade realizada em relação ao aumento concedido pela Prefeitura de Mossoró para os professores da rede pública municipal de ensino. De acordo com o parlamentar, com a forma de pagamento, os professores vão perder valores.

“Uma professora me procurou e fizemos o cálculo. Até novembro de 2023 ela vai perder cerca de 30 mil reais. Outros professores vão perder mais ou menos, dependendo dos vínculos. É importante colocar as coisas nos seus devidos lugares. Os professores aceitaram o reajuste e não questionamos isso, mas não somos ingênuos, sabemos fazer as contas, e a realidade é que eles não receberão o aumento efetivo de 33%”, afirmou.

Campo
Outro ponto levantado pelo vereador é sobre uma emenda, apresentada por ele, para que nos próximos concursos municipais para professores, os educadores destinados às escolas da zona rural de Mossoró tenham como formação exigida os cursos de Pedagogia da Terra pela UFERSA, Educação do Campo, pela UERN ou similares.

O vereador pediu apoio dos demais vereadores para a aprovação. “Queremos garantir que aqueles professores e professoras destinados à zona rural estejam realmente preparados para os estudantes da zona rural. Para o campo, o professor tem que ter vontade e desejo e verdadeiro conhecimento para atender as necessidades dos alunos, que são diferentes dos estudantes da zona urbana”, explicou Francisco Carlos.

Esta é a segunda vez que o vereador tenta a aprovação da emenda. “A primeira foi em dezembro de 2020, mas os vereadores disseram que deveríamos esperar para 2021. Aguardei 2021, a Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Câmara Municipal de Mossoró aprovou e disse que a emenda não é inconstitucional. E hoje trago novamente essa emenda que só vai beneficiar os estudantes do campo”.

Tribuna Popular: líder comunitário solicita limpeza de ruas e galerias para o Alto de São Manoel

por Amanda Santana Balbi publicado 15/03/2022 11h44, última modificação 15/03/2022 11h44
Clauro Maurício solicitou ainda isenção de IPTU para maiores de 60 anos
Tribuna Popular: líder comunitário solicita limpeza de ruas e galerias para o Alto de São Manoel

Clauro Maurício. Foto: Edilberto Barros/CMM

Na Tribuna Popular de hoje, 15 de março, o líder comunitário Clauro Maurício, do Alto de São Manoel, solicitou uma maior limpeza das ruas e galerias da região. Para o morador, há muito acúmulo de lixo nas ruas, por causa do descarte inadequado do lixo doméstico.

Clauro explicou ainda que os lixos nas galerias acabam facilitando o alagamento das ruas do bairro. “Por isso solicito uma limpeza geral das ruas e das galerias que estão entupidas”, afirmou.

Isenção
Outra solicitação do morador do Alto de São Manoel foi a isenção do pagamento do IPTU para os maiores de 60 anos. “Peço o apoio dos vereadores e do prefeito para que a isenção ocorra”, finalizou.

Vereador Costinha anuncia audiência pública para debater Campanha da Fraternidade

por Amanda Santana Balbi publicado 15/03/2022 11h40, última modificação 15/03/2022 11h40
Tema deste ano é "Educação e Fraternidade"
Vereador Costinha anuncia audiência pública para debater Campanha da Fraternidade

Vereador Costinha. Foto: Edilberto Barros/CMM

O vereador Costinha (MDB) convidou a população e os demais vereadores de Mossoró para debater junto à Igreja Católica o tema da Campanha da Fraternidade 2022 “Educação e Fraternidade”. O tema será discutido em audiência pública, na próxima quarta-feira, 23 de março, às 14h30, na Câmara Municipal de Mossoró.

O vereador explica que o objetivo é buscar melhorias para um ensino de qualidade para a população. “Sabemos que só através da educação mudamos a sociedade. E a Igreja Católica traz mais uma vez este tema tão importante. Convido todos para participar e contribuir com nossa educação”.

Costinha explicou que é a terceira vez que a Conferência Nacional de Bispos do Brasil (CNBB) debate educação na Campanha da Fraternidade. “A primeira vez foi há 40 anos, a segunda vez foi no ano de 1998 e agora voltamos com este tema tão importante para a sociedade”.

A audiência pública será transmitida ao vivo pela TV Câmara Mossoró, no canal 23.2 da TCM e pelo site www.mossoro.rn.leg.br.

Câmara Municipal homenageia aniversário de Mossoró

por Regy Carte publicado 15/03/2022 11h04, última modificação 15/03/2022 11h04
Legislativo registra data em sessão e prestigia cerimônia na Prefeitura
Câmara Municipal homenageia aniversário de Mossoró

Vereadores acompanham execução do hino de Mossoró, na sessão desta terça-feira, 15 (foto: Edilberto Barros/CMM)22

A Câmara Municipal de Mossoró registrou o aniversário de 170 anos de emancipação política de Mossoró. Na sessão de hoje (15), vereadores e vereadoras, em posição de respeito, acompanharam a execução do Hino de Mossoró. Também registraram a data em pronunciamentos.

Antes, porém, comissão de parlamentares representou a Câmara, em cerimônia comemorativa no Palácio da Resistência. Entre eles, os vereadores Lawrence Amorim (solidaridade), presidente da Câmara; Raério Araújo (PSD) e Marckuty da Maisa (Solidariedade).

Na ocasião, os vereadores participaram de hasteamento de bandeiras e descerramento de placa em homenagem às vítimas da Covid-19 em Mossoró, com o prefeito Allyson Bezerra, secretários e outras autoridades. O presidente Lawrence discursou em nome da Câmara.

“Mossoró atinge hoje importante marca, de 170 anos, orgulhoso da sua história e, apesar das dificuldades mundo afora, otimista com o seu futuro. Celebrar a data magna do nosso município é valorizar a história do nosso município e o espírito cívico dos mossoroenses”, registrou.

Câmara Municipal realiza audiência pública para debater situação do Hospital Regional Tarcísio Maia

por Amanda Santana Balbi publicado 14/03/2022 12h07, última modificação 14/03/2022 12h07
Iniciativa é do vereador Raério Araújo
Câmara Municipal realiza audiência pública para debater situação do Hospital Regional Tarcísio Maia

Vereador Raério Araújo. Foto: Edilberto Barros

A Câmara Municipal de Mossoró vai realizar uma audiência pública para debater a situação do Hospital Regional Tarcísio Maia. A audiência é uma solicitação do vereador Raério Araújo (PSD), preocupado com a demora na regulação de pacientes graves que aguardam nas Unidades de Pronto Atendimento de Mossoró vagas no Hospital Regional.

O debate deverá reunir responsáveis pelo Hospital, representantes do Governo de Estado, da Prefeitura de Mossoró e da sociedade civil organizada e está marcado para a quinta-feira, dia 17 de março, às 9h, no plenário da Câmara Municipal de Mossoró.

O objetivo é entender o que está ocorrendo e buscar solução junto aos órgãos competentes, explica o vereador. “Pacientes graves estão aguardando quatro, cinco dias por vagas no Tarcísio Maia. Essa situação agrava o estado de saúde desses pacientes. É um absurdo o que está acontecendo em Mossoró e essa situação também prejudica a população das cidades vizinhas que precisam desse hospital”.

A TV Câmara Mossoró vai transmitir a audiência pública através do site www.mossoro.rn.leg.br e pelo canal 23.2 TCM.

Sessão solene: Câmara de Mossoró ressalta valor da mulher

por Regy Carte publicado 10/03/2022 12h41, última modificação 10/03/2022 12h41
Legislativo homenageou 23 mulheres em sessão solene, hoje (10)
Sessão solene: Câmara de Mossoró ressalta valor da mulher

Sessão solene em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, nesta quinta-feira (foto: Edilberto Barros/CMM)

Ao homenagear 23 mulheres, hoje (10), em celebração ao Dia Internacional da Mulher, a Câmara Municipal de Mossoró foi além: condecorou, de forma simbólica, todas as mulheres de Mossoró, do presente e do passado. A observação é da vereadora Larissa Rosado (PSDB), propositora da sessão solene, em discurso na cerimônia.

Ela compôs a mesa da solenidade com as colegas de Câmara – vereadoras Carmem Júlia (MDB) e Marleide Cunha (PT) –; primeira-dama de Mossoró e representante do prefeito Allyson Bezerra, Cynthia Raquel; vice-presidente da OAB/Mossoró, Diana Paula, reitora da Ufersa, Ludimilla Oliveira, e a pró-reitora da Uern Fernanda Abreu (representante da reitora Cicília Maia).

Coube ao presidente da Câmara, Lawrence Amorim (Solidariedade), a condução dos trabalhos. No plenário, entre homenageadas, familiares e servidoras da Câmara, participaram dezenas de mulheres.

Segundo Larissa, a sessão solene reconheceu o valor da mulher em Mossoró. Carmem Júlia ressaltou o trabalho da bancada feminina na Câmara. E Marleide Cunha lembrou que a luta é para que homens e mulheres caminhem juntos por uma sociedade justa.

Ao discursar em nome das homenageadas, Ludmilla Oliveira registrou vestir preto em solidariedade às mulheres vítimas de violência, como na Guerra na Ucrânia. Também registrou pioneirismo e desafios. “Como primeira reitora em 54 anos de história da Ufersa, digo que as mulheres podem mais e são capazes de, como eu, vencer adversidades impensáveis”, disse.

Também se pronunciaram na solenidade Cynthia Raquel, Diana Paula e Fernanda Abreu. Todas abordaram avanços e desafios da causa feminina, e conclamaram mais igualdade econômica e de gênero e menos violência contra a mulher. Em seguida, os vereadores e vereadoras iniciaram a entrega das honrarias às homenageadas.

 

HOMENAGEADAS

 

Medalha de Reconhecimento da CMM

Francisca Elenira Queiroz de Oliveira

Autor: vereador Marckuty da Maísa

 

Medalha do Mérito na Saúde “Dr. Duarte Filho”

Talliana Mirelli Marques Freire de Medeiros Sena

Autora: vereadora Carmem Júlia

 

Título de Cidadão Mossoroense

Edna Goes Bay de Medeiros

Autor: vereador Costinha

 

Medalha de Reconhecimento da Câmara Municipal de Mossoró

Kaline da Silva Feitosa

Autor: vereador Edson Carlos

 

Título de Cidadão Mossoroense

Iolanda Fernandes Castro Fagundes

Autor: vereador Francisco Carlos

 

Título de Cidadão Mossoroense

Roberta Walter Rosado de Sá Costa

Autor: vereador Professor Francisco Carlos

 

Medalha de Reconhecimento da CMM “Celina Guimarães”

Dalva Pereira Bezerra

Autor: vereador Genilson Alves

 

Medalha do Mérito na Saúde “Dr. Duarte Filho”

Claudinete de Sousa Pedro

Autor: vereador Gideon Ismaias

 

Medalha de Reconhecimento da Câmara Municipal de Mossoró

Clecivânia Fernandes de Holanda Mariano.

Autor: vereador Isaac da Casca

 

Troféu Reitor “Milton Marques de Medeiros”

Ludimilla Carvalho Serafim de Oliveira

Autor: vereador Lamarque Oliveira

 

Diploma de Honra ao Mérito Feminino “Ana Floriano” da Câmara Municipal de Mossoró

Maria Lucia Lima Ferreira

Autora: vereadora Larissa Rosado

 

Medalha de Reconhecimento da CMM

Jacqueline Morgana Dantas Montenegro

Autor: vereador Lawrence Amorim

 

Medalha do Mérito Servidor Público Municipal da Câmara Municipal de Mossoró

Ana Karina da Silva Freire Nóbrega Araújo

Autor: vereador Lucas das Malhas

 

Título de Cidadão Mossoroense

Michela Katiuscia Calaça Alves dos Santos

Autora: vereadora Marleide Cunha

 

Medalha de Reconhecimento da CMM

Sônia Maria Dantas de Medeiros

Autor: vereador Naldo Feitosa

 

Título de Cidadão Mossoroense

Raimunda Cavalcante Da Silva Ramalho

Autor: vereador Omar Nogueira

 

Medalha de Reconhecimento “Celina Guimarães” da CMM

Maria das Graças Barbosa de Lima

Autor: vereador Pablo Aires

 

Medalha de Reconhecimento “Celina Guimarães” da CMM

Antônia Anita da Silva

Autor: vereador Paulo Igo

 

Medalha de Reconhecimento “Celina Guimarães” da CMM

Lidyane Cristina Gomes De Andrade E Souza

Autor: vereador Raério Araújo

 

Medalha de Reconhecimento “Celina Guimarães” da CMM

Magaly Gomes de Holanda Martins

Autor: vereador Tony Fernandes

 

Medalha de Reconhecimento “Celina Guimarães” da CMM

Shyrley Ferreira de Oliveira Lima

Autor: vereador Wíginis do Gás

 

Medalha de Reconhecimento “Celina Guimarães” da CMM

Clorisa Linhares de Vasconcelos Vale

Autor: vereador Zé Peixeiro

 

Honraria: Título de Cidadania Mossoroense

Singride Palmira Marcelino Rosado

Vereadora: Carmem Júlia

Câmara de Mossoró apoia alerta para doença renal

por Regy Carte publicado 09/03/2022 17h34, última modificação 09/03/2022 17h34
Saúde dos rins foi tema na Tribuna Popular, nesta quarta-feira
Câmara de Mossoró apoia alerta para doença renal

Médico Bráulio Figueiredo discursou na Tribuna Popular desta quarta-feira, 9 (foto: Edilberto Barros/CMM)

Em preparação ao Dia Mundial do Rim 2022, amanhã (10), a Câmara Municipal de Mossoró debateu a importância da educação sobre doença renal, na sessão desta quarta-feira (9). Vereadores e vereadoras apoiaram a causa, pautada na Casa pelo médico nefrologista Bráulio Figueiredo, em pronunciamento do projeto Tribuna Popular. 

Só o Hospital do Rim de Mossoró, segundo ele, atende cerca de 400 pacientes renais da região. Desse total, mais de 200 pessoas realizam hemodiálise. Bráulio Figueiredo pediu mais atenção à saúde renal na rede básica. O objetivo é estimular diagnóstico precoce e auxílio ao tratamento. Uma em cada dez pessoas sofre de doença renal no mundo. 

As taxas são crescentes. Mas, quando diagnosticada de forma precoce, a Doença Renal Crônica (DRC) pode ser controlada ou retardada, na maior parte dos casos. “Contudo, em geral, a DRC não provoca sintomas significativos nos estágios iniciais. Daí, é fundamental conhecer a doença e seus principais fatores de risco”, adverte o médico. 

Entre os fatores, estão hipertensão arterial, diabetes mellitus e idade. Bráulio Figueiredo defende mais acesso a exames simples de rastreamento diagnóstico, como creatinina sérica e exame de urina. “A DRC pode ser grave, sobretudo quando evolui para estágios avançados, quando são necessários tratamentos como a diálise e o transplante renal”, diz. 

Apoio 

Na participação dos vereadores após a fala de Bráulio Figueiredo, o presidente da Câmara, Lawrence Amorim (Solidariedade), reforçou o apelo por mais políticas públicas para a saúde renal. A vereadora Larissa Rosado (PSDB) defendeu garantia de medicação para renais crônicos em Mossoró e mais apoio ao Hospital do Rim. 

Já o vereador Isaac da Casca (DC) propôs mais atenção à questão renal nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Segundo ele, há necessidade de maior integração entre comunidade, profissionais de saúde e formuladores de políticas públicas. “Já enfrentamos doença renal na família e sabemos das dificuldades que os pacientes são submetidos”, pontuou. 

Larissa reforça convite para homenagem à mulher na Câmara

por Regy Carte publicado 09/03/2022 17h32, última modificação 09/03/2022 17h32
Sessão solene será realizada nesta quinta-feira (10), às 9h
Larissa reforça convite para homenagem à mulher na Câmara

Vereadora Larissa Rosado na sessão da Câmara de Mossoró desta quarta-feira, 9 (foto: Edilberto Barros/CMM)

Em pronunciamento na Câmara Municipal de Mossoró, nesta quarta-feira (9), a vereadora Larissa Rosado (PSDB) reforçou convite para a sessão solene em homenagem à mulher, nesta quinta-feira (10), às 9h, no plenário da Casa. Parte do calendário oficial do Legislativo, a cerimônia compõe das comemorações do Dia Internacional da Mulher, celebrado ontem (8). 

Segundo Larissa, a cerimônia homenageará mulheres de diversos segmentos sociais, por iniciativa dos vereadores e vereadoras. Trata-se de troféus, medalhas, diplomas e títulos, em reconhecimento ao trabalho delas por Mossoró, segundo a vereadora, proponente da sessão solene. 

“A solenidade reforçar nossa luta em defesa da mulher e ressalta a importância da mulher na sociedade. Muito conquistamos, mas precisamos avançar mais. É o caso da política. Dos mais de 5.000 municípios brasileiros, pouco mais de 600 são administrados por mulheres”, cita. 

Educação 

No mesmo discurso, Larissa pediu mais avanços na negociação relativa ao pagamento do Piso Nacional do Magistério pela Prefeitura de Mossoró. Ela fez referência à reunião, ontem (8), com vereadores, sindicato dos servidores (Sindiserpum) e secretários municipais. 

“Não vi avanço na reunião de ontem. Poderia ter avançado muito mais. A sensação é que se tratava de tentativa de sermos catequizados sobre opiniões de secretários do Governo. Esperamos que Prefeitura faça proposta concreta em relação ao piso do magistério”, cobrou. 

Francisco Carlos cobra mais resultados da gestão municipal

por Amanda Santana Balbi publicado 09/03/2022 17h30, última modificação 09/03/2022 17h30
Segundo o vereador, ‘2022 não é mais de treino; o jogo está sendo jogado’
Francisco Carlos cobra mais resultados da gestão municipal

Vereador Professor Francisco Carlos na sessão desta quarta-feira, 9, na Câmara (foto: Edilberto Barros/CMM)

Em mais uma análise da gestão Allyson Bezerra, dessa vez na sessão de hoje (9) da Câmara Municipal de Mossoró, o vereador Professor Francisco Carlos (PP) fez analogia ao futebol: “O ano 2022 não é mais de treino. O prefeito teve um ano de treino, 2021, para entender a máquina pública. Agora, o jogo está sendo jogado. Não cabem mais certas desculpas”. 

Segundo ele, agora é preciso avaliar o funcionamento das políticas públicas. “Estamos com 15 meses do atual governo. Não cabe mais falar de mato em escola. Quinze meses e não deu para comprar a pia, consertar banheiro, contratar pessoal suficiente para a escola funcionar?”, indagou. 

A gestão municipal deixou a desejar em 2021, na visão do vereador. “Não funcionou a Cultura, fizeram um arranjo de Mossoró Cidade Junina online e, depois daí, mais nada. Desenvolvimento Social não funcionou. A Saúde ficou restrita ao combate à pandemia e as escolas estavam fechadas”. Portanto, conforme Francisco Carlos, agora há de se mostrar resultado. 

Política 

No mesmo pronunciamento, o parlamentar comentou a dinâmica de alianças políticas, as quais, segundo ele, “se fazem e se desfazem, são inerentes à dinâmica da política, a partir dos contextos”. Por entender dessa forma, diz que determinadas alianças não deveriam ser criticadas. 

“Um dos piores governos foi Robinson Faria, cujo filho faz aliança com o prefeito Allyson Bezerra. Então, é preciso cautela ao fazer críticas políticas, sobretudo sobre suposta incoerência dos outros. O importante é que as alianças gerem benefícios, transformem a realidade das pessoas, tragam melhores condições de vida. A população quer resultados”, concluiu. 

Lawrence pede mais rapidez em internações no HRTM

por Amanda Santana Balbi publicado 09/03/2022 17h26, última modificação 09/03/2022 17h26
Vereador afirmou que pessoas estão morrendo na fila da regulação
Lawrence pede mais rapidez em internações no HRTM

Vereador Lawrence Amorim alerta, na sessão de hoje (9), para mortes em fila de espera (foto: Edilberto Barros/CMM)

O vereador Lawrence Amorim (SD), presidente da Câmara Municipal de Mossoró, fez um apelo ao Governo do Estado, durante a sessão ordinária de hoje, 09, pedindo uma solução sobre a demora na regulação do Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM).

Lawrence afirmou que pessoas em situação crítica de saúde estão precisando aguardar quase uma semana para serem internadas no Hospital. “Diariamente recebo pedido de ajuda de pessoas que aguardam por leitos no Hospital. Pacientes que estão nas Unidades de Pronto Atendimento de Mossoró em estado gravíssimo e precisam de UTI”, relatou.

 Audiência pública

Uma audiência pública sobre a situação do Hospital Regional Tarcísio Maia, de autoria do vereador Raério Araújo, foi marcada para o dia 17 de março, às 09h da manhã, lembrou Lawrence, durante sessão ordinária da Câmara. “Vou participar dessa audiência e cobrar uma explicação. As pessoas estão morrendo à míngua e é inadmissível isso", afirmou.

Marckuty pleiteia construção de segunda etapa da estrada do melão

por Amanda Santana Balbi publicado 09/03/2022 17h20, última modificação 09/03/2022 17h20
Reivindicação foi feita à governadora Fátima Bezerra nesta quarta-feira
Marckuty pleiteia construção de segunda etapa da estrada do melão

Vereador Marckuty, governadora Fátima e outros participantes do pleito em favor da Estrada do Melão

O vereador Marckuty da Maísa (SD) e uma comissão formada pela prefeita de Baraúna, Maria Divanize, vereadores de Baraúna e Faviano Moreira, secretário municipal de agricultura de Mossoró viajaram a Natal/RN, nesta quarta-feira, 09, para solicitar a assinatura da anuência que autoriza a construção da segunda etapa da estrada do melão.

A obra já tem recursos garantidos e poderá ser executada pelo governo federal, afirma Marckuty. “A obra foi assegurada pelo ministro do desenvolvimento regional Rogério Marinho. Precisamos sensibilizar a governadora para que nosso sonho se torne realidade”, explica.

A estrada é uma reivindicação da população da zona rural de Mossoró e região desde 2009. “Finalmente poderemos ter a construção iniciada até nos próximos 15 dias, caso Fátima assine autorizando”, reforçou Marckuty.

A governadora Fátima Bezerra (PT) afirmou que marcou uma audiência pública com os responsáveis pela construção da estrada e que não haverá empecilho por parte do Governo do Estado em atender ao pleito.

Raério Araújo reforça audiência pública para discutir situação do HRTM

por Sérgio Oliveira publicado 09/03/2022 16h59, última modificação 09/03/2022 16h59
Vereador registra evento para discutir a saúde mental
Raério Araújo reforça audiência pública para discutir situação do HRTM

Vereador Raério em discurso na sessão desta quarta-feira, 9 (foto: Edilberto Barros/CMM)

Abordando diferentes temas na tribuna durante o Grande Expediente, o vereador Raério Araújo (PSD) aproveitou o tempo na sessão ordinária da quarta-feira, 09, para reforçar o convite para que todos participem de uma audiência pública no dia 17 de março. Na oportunidade, estará em pauta a saúde pública em Mossoró, com foco central nos serviços prestados pelo Hospital Regional Tarcísio Maia, gerido pelo Governo do Estado.

Na audiência, comentou Raério, será discutida a falta de compromisso do governo Fátima Bezerra (PT) com a saúde em Mossoró, a exemplo do que acontece também na área da educação com escolas fechadas e outras em abandono por falta de reforma. “Já havia dito que não falaria mais no assunto, pois dia 17 teremos audiência para discutir a saúde pública, em particular a situação do HRTM. Porém, aproveito para lembrar dos repasses feitos pelo senador Styvenson Valentim (Podemos-RN) para recuperar e ampliar o hospital, e nada foi feito. Enquanto isso, o deputado de Mossoró não mandou nenhum centavo”, sentenciou. A fala do vereador, segunda situação, diz respeito ao mandato do deputado federal Beto Rosado (PP). 

De acordo com o vereador, é uma vergonha, falta de compromisso da governadora com Mossoró, entendendo ele que a mesma poderia pedir desculpas e dizer que não sabe governar. “Resumo tudo isso como falta de vergonha da governadora que hoje, sem discurso, quer se aliar aos políticos que antes criticava para se manter no poder”, reforçou Raério. Essa crítica diz respeito às alianças que a governadora e o seu partido, o PT, vem fechando para as eleições de outubro. 

Saúde mental 

O tema saúde mental tem sido recorrente nos últimos tempos, principalmente, depois da pandemia da Covid-19, quando as pessoas foram obrigadas a restringir alguns comportamentos. Nesse sentido, destacando a sua importância, o vereador Raério Araújo falou sobre a primeira Conferência da Saúde Mental de Mossoró. A iniciativa é da prefeitura Municipal e, segundo Raério, esse debate já se fazia necessário na cidade, porém não vinha recebendo a devida atenção das gestões anteriores. 

Zona rural

O vereador Raério também destacou o bom trabalho que vem sendo realizado na zona rural pela secretaria de agricultura que tem como titular Faviano Moreira. Falou sobre a distribuição de óleo no período chuvoso para as máquinas e corte de terra, e sem discriminar por pessoas. Outro benefício tem sido a manutenção de poços. “Trago a boa notícia que o Dnocs anuncia a perfuração de poços que irá beneficiar mais ainda a zona rural”, reforçou. Lembrou ainda da emenda federal de Fábio Faria que garantirá mais de 60 poços na região de Mossoró. Finalizando, acrescentou o vereador, que até fevereiro mais de 300 carros pipas levaram água para o setor.

Lucas das Malhas cobra união dos deputados em favor da duplicação da BR-304

por Sérgio Oliveira publicado 09/03/2022 16h49, última modificação 09/03/2022 16h49
Entende o vereador que a obra ajudará o trânsito e salvará vidas
Lucas das Malhas cobra união dos deputados em favor da duplicação da BR-304

Vereador Lucas das Malhas na sessão desta quarta-feira, 8 (foto: Edilberto Barros/CMM)

O antigo sonho de duplicação da BR-304 ligando as cidades de Mossoró e Natal, cortando vários municípios e regiões do Rio Grande do Norte, voltou a ser tema de debate no plenário da Câmara Municipal de Mossoró. O assunto foi levantado pelo vereador Lucas das Malhas (MDB), na sessão ordinária da quarta-feira, 09, pedindo basicamente a união da bancada dos deputados federais potiguares em torno desta obra.

O vereador começou dizendo que faz uma crítica construtiva aos parlamentares da bancada federal do Rio Grande do Norte, no sentido de que eles possam empunhar essa bandeira juntos. “Lutemos para que, no mínimo, tenhamos a conclusão da duplicação da Reta Tabajara e, na sequência, buscar o complemento em toda a rodovia”, conclamou. O vereador Lucas disse ainda dispor de dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) nos quais se confirmam que, no mínimo, registra-se um acidente nesta BR por dia.

Reforça o parlamentar que, a obra é de grande valia para o povo, principalmente, para aqueles que precisam se deslocar até Natal e municípios que se utilizam da BR-304. “Além da questão do deslocamento, não podemos continuar perdendo vidas nos acidentes que acontecem na rodovia”, reforça. O vereador disse que continuará cobrando para que a sua voz e a voz da Casa do Povo possa chegar até a bancada federal e eles busquem solução em favor da duplicação e da segurança nesta rodovia que corta o Rio Grande do Norte. 

Saúde da mulher

É de autoria do vereador Lucas das Malhas o projeto que propõe a criação do Dia da Saúde da Mulher, no âmbito da prefeitura de Mossoró. De acordo com a proposta, seria determinado um dia, mensalmente, no qual os equipamentos do município ficariam à disposição para atender somente as mulheres. “Vou apresentar um requerimento de urgência e espero o apoio de todos os colegas para a sua aprovação”, disse Lucas. Ele na sequência fez questão de registrar o aniversário de sua avó e mãe, ex-vereadora Maria das Malhas, neste dia 09 de maio. “Quero expressar o meu amor e gratidão por tudo que fez por mim e pelo povo de Mossoró”, concluiu.

Vereador Omar Nogueira cobra melhoria na estrutura das escolas

por Amanda Santana Balbi publicado 08/03/2022 14h18, última modificação 08/03/2022 14h18
Vereador também pediu pelo reajuste dos professores
 Vereador Omar Nogueira cobra melhoria na estrutura das escolas

Vereador Omar Nogueira. Foto: Edilberto Barros/CMM

Na sessão ordinária de hoje, 08, Dia Internacional das Mulheres, o vereador Omar Nogueira (Patriota), em pronunciamento na Tribuna, cobrou o reajuste dos professores da rede pública de ensino. De acordo com o vereador, o reajuste seria a melhor homenagem na data de hoje, principalmente para as educadoras.

O vereador solicitou ainda melhoria na estrutura de escolas públicas. Procurado por três pais de alunos do assentamento Paulo Freire, Omar Nogueira disse que foi informado que as aulas iniciaram na segunda-feira, dia 07, na escola municipal, mas foram encerradas às 9h da manhã por falta de água e merenda para as crianças.

No bairro redenção, o vereador afirmou que a escola daquela localidade também enfrenta problemas. “Vídeos circulam na internet, mostrando a escola com banheiros que nem porta tem. Não sou contra a administração do prefeito, mas precisamos mostrar esses problemas e buscar soluções”, afirmou.

Piso

Sobre o piso, Omar Nogueira lembrou a dificuldade que os profissionais de educação enfrentam e pediu o cumprimento da lei federal. “Estou aqui para reivindicar e cobrar. Vou votar a favor do povo. O professor é aquele que forma futuros engenheiros, médicos e precisa ser valorizado. O reajuste precisa ser cumprido”, disse.

Vereador Edson Carlos ressalta importância de doação de sangue

por Amanda Santana Balbi publicado 08/03/2022 14h05, última modificação 08/03/2022 14h05
Vereador solicitou campanha de incentivo à doação
Vereador Edson Carlos ressalta importância de doação de sangue

Vereador Edson Carlos. Foto: Edilberto Barros/CMM

Preocupado com os baixos estoques de sangue no Hemocentro de Mossoró, o vereador Edson Carlos (Cidadania) fez uma indicação, na Câmara Municipal de Mossoró, para que a Prefeitura de Mossoró realize uma campanha de doação de sangue.

Pelo documento, a campanha deverá ser realizada pela Secretaria Municipal de Saúde. “Tendo em vista que o estoque do Hemocentro está baixo, necessitando de sangue de todos os tipos, faço a sugestão dessa iniciativa para incentivar que pessoas façam a doação. De fato, este serviço irá beneficiar as pessoas na rede pública de saúde”, explicou Edson Carlos.

Os requisitos para ser doador de sangue são: ter idade entre 16 e 69 anos (os menores devem estar acompanhados de um responsável), pesar mais de 50kg, não ter feito cirurgias recentemente, não estar gripado ou ser portador de doenças contagiosas, estar bem alimentado e ter boas condições de saúde.

Para realizar a doação basta ir até o Hemocentro, localizado na Rua Projetada, s/n, bairro Aeroporto, próximo ao Hospital Regional Tarcísio Maia, de segunda à sexta-feira, das 07h às 18h e nos sábados das 07h às 17h, portando documento com foto.

Vereadora Marleide denuncia situação de escolas municipais

por Amanda Santana Balbi publicado 08/03/2022 14h02, última modificação 08/03/2022 14h02
Vereadora afirma que situação de muitas escolas é perigosa
Vereadora Marleide denuncia situação de escolas municipais

Vereadora Marleide Cunha. Foto: Edilberto Barros/CMM

A vereadora Marleide Cunha (PT) denunciou a situação de várias escolas municipais de Mossoró, durante a sessão ordinária desta terça-feira, 08. De acordo com a parlamentar, em visita às escolas, foi verificado que muitas estruturas estão tão danificadas que trazem risco aos estudantes.

Em uma escola da comunidade Passagem de Pedra, Marleide afirmou que á uma fossa aberta sem sinalização e o portão de ferro e concreto está prestes a cair. “Pode causar um acidente grave e fatal aos estudantes. É uma escola sem estrutura nenhuma para o retorno presencial”.

Abandono

De acordo com Marleide, as escolas ficaram os últimos dois anos em abandono e não receberam o preparo para o retorno das aulas presenciais, ocorrido ontem, 07 de março. “Na escola Alcides Manuel, as janelas estão quebradas. Na Escola José Benjamin, as aulas nem começaram, porque ainda está em reforma e há apenas um trabalhador fazendo os reparos, pois segundo informações, a empresa terceirizada responsável está com o pagamento em atraso”.

Professores

A falta de professores e salas de aula super lotadas também são um grande problema, afirmou Marleide. “Ontem vi uma professora da educação infantil com quatro alunos com necessidades especiais e nenhum auxiliar para ajudar. Crianças com transtorno de hiperatividade ou autismo sem auxílio algum, salas cheias e educadores sozinhos”.

Números

A vereadora explicou que nos últimos dois anos a Prefeitura de Mossoró não investiu o valor exigido pela Constituição Federal na educação pública. “Em 2020, foi investido 20% enquanto o correto é 25%. Não foram feitos os reparos que deveriam ser feitos em 2021, para o retorno das aulas agora. Foi investido em educação apenas 14% do orçamento em relação às outras áreas”.

Piso

Marleide Cunha disse ainda que, apesar de toda a situação citada, os professores estão dando aula, e solicitou que o prefeito Allyson Bezerra garanta o piso estabelecido para a educação. “O salário inicial de um professor com graduação é de 2.995 reais. Isso é o que os professores recebem para enfrentar os problemas na sala de aula e ensinar aos nossos filhos. É preciso valorizar a educação se quisermos transformar a sociedade”, finalizou.

Vereador Raério comemora conquista da guarda civil de Mossoró

por Amanda Santana Balbi publicado 08/03/2022 13h46, última modificação 08/03/2022 13h46
Equipe recebeu treinamento e porte de armas para atuar na cidade
Vereador Raério comemora conquista da guarda civil de Mossoró

Vereador Raério Araújo. Foto: Edilberto Barros

Na sessão de hoje, 08, vereador Raério Araújo (PSD) parabenizou a guarda civil e a Prefeitura de Mossoró pela recente autorização de porte de armas e pelo treinamento recebido pelos guardas civis da cidade. O curso de formação foi realizado em parceria com a Polícia Federal e a formatura aconteceu na manha de ontem, no Teatro Lauro Monte.

O vereador lembrou que o porte de armas e treinamento específico para utilizar o armamento era uma reivindicação antiga da categoria. “Agora estarão mais equipados e poderão não só proteger melhor a população mossoroense como ter uma maior proteção na defesa da cidade”, afirmou Raério.

Raério lembrou ainda a atuação das guardas civis especialmente na patrulha Maria da Penha, que auxilia mulheres que sofrem violência doméstica. “Neste 08 de março, celebramos a conquista das mulheres e podemos incluir a das guardas municipais, com a nova formação e porte de armas. Elas desenvolvem um trabalho importantíssimo na defesa das mulheres vítimas de violência doméstica na cidade”, finalizou.

 

Câmara de Mossoró aprova moradia para mulheres vítimas de violência

por Regy Carte publicado 08/03/2022 13h05, última modificação 09/03/2022 17h38
Projeto reserva 5% de residências de programas habitacionais do Município para vítimas de violência doméstica e familiar
Câmara de Mossoró aprova moradia para mulheres vítimas de violência

Plenário da Câmara na sessão desta terça-feira, 8 de março: projeto aprovado (foto: Edilberto Barros/CMM)

A Câmara Municipal de Mossoró destinou 5% de residências de programas habitacionais do Município para mulheres cis ou transgênero vítimas de violência doméstica e familiar. A medida está prevista no Projeto de Lei 166/2021, aprovado no plenário nesta terça-feira (8), Dia Internacional da Mulher. A proposta é de autoria do vereador Pablo Aires (PSB).

Para ter direito de acesso à cota, as vítimas terão que apresentar certidão que comprove a existência de ação penal, enquadrando o agressor na Lei Maria da Penha; documento que comprove a instauração de inquérito policial contra o agressor na Lei Maria da Penha e relatório do atendimento social da vítima em órgão de defesa dos direitos da mulher no município.

O projeto foi aprovado com emenda do vereador Tony Fernandes (Solidariedade), que acrescenta categoria à ordem de prioridade, assim definida: mulher abrigada em casa abrigo ou na casa de parentes ou de amigos; mulher que possua filho com deficiência; mulher que possua filho menor de idade; mulher responsável financeiramente pela unidade familiar e mulher com renda de até três salários mínimos vigentes.

Pablo Aires agradeceu a aprovação do projeto e destacou a importância. “Garantir que as mulheres que estão em vulnerabilidade social devido à violência doméstica tenham prioridade nos programas habitacionais do município de Mossoró é assegurar que elas terão mais uma forma de apoio para saírem de um ambiente de agressão”, destacou o autor da proposta, que seguirá ao Executivo para sanção ou veto.

Genilson Alves mostra preocupação com reflexos da guerra e pede orações

por Sérgio Oliveira publicado 08/03/2022 12h52, última modificação 08/03/2022 12h52
Vereador defende apoio aos vendedores ambulantes
Genilson Alves mostra preocupação com reflexos da guerra e pede orações

Vereador Genilson Alves. Foto: Edilberto Barros/CMM

Embora pareça algo distante sem a necessidade de entrar na pauta de discussão local, a condição de viver hoje em um mundo globalizado, interligado, o vereador Genilson Alves (Pros) usou a tribuna do legislativo mossoroense para falar sobre a guerra entre Rússia e Ucrânia no Leste Europeu. Em seu pronunciamento, manifestou sua preocupação com os reflexos que o conflito pode gerar em outros países, especialmente no Brasil, ao mesmo tempo em que pediu orações pelo povo que vem sofrendo os efeitos cruéis da guerra. 

Na opinião do vereador, os governantes precisam ficar atentos ao que vem acontecendo e, na medida do possível, se unirem em favor do fim desse conflito. “Talvez alguém questione o motivo de um vereador de Mossoró falar sobre esse assunto. É simples explicar, pois vivemos hoje em um mundo globalizado e os prejuízos podem ser para todos, por isso essa guerra precisa parar”, explicou. Genilson Alves disse que não se discute quem é certo ou errado, porém, é preciso falar contra a guerra e a favor da paz. “Aproveito e peço orações pelas pessoas que estão perdendo suas vidas. Pelas crianças, jovens, mulheres e idosos”, acrescentou, lembrando que mais de dois bilhões de pessoas já deixaram suas casas, suas cidades e o seu país, vivendo agora sem o básico, faltando inclusive água e comida. 

Outra preocupação do vereador, é com a ampliação do problema. “Sabemos que o conflito pode ampliar e envolver outros países e, além de outros problemas, isso pode gerar impacto imediato inflacionário, como por exemplo, o fertilizante que vem da Rússia e já foi bloqueado e o Brasil terá que comprar mais caro em outro lugar”, exemplificou. Genilson Alves fez questão de lembrar que fala da questão da inflação, mas o principal é a vida, já que seres humanos estão morrendo e aqueles que sobrevivem estão sem alimento, sem dormir e filhos ficando órfãos. 


Ambulantes 

No início da pandemia existiu um movimento muito forte para priorizar a compra junto aos ambulantes em Mossoró. O vereador Genilson Alves aproveitou para reforçar que esse comportamento permaneça e seja fortalecido. Lembrando ele, por exemplo, que existem pequenos vendedores de água em diferentes pontos da cidade que poderiam receber a preferência na compra do produto. Propõe ele que, ao invés de adquirir o produto em grandes supermercados, os consumidores procurem esses ambulantes que saem às ruas na busca de levar para casa o sustento de suas famílias. Defendeu ainda que os demais vereadores possam fortalecer esse movimento.


Paulo Igo destaca sucesso de mais uma edição do EJAD em Mossoró

por Sérgio Oliveira publicado 08/03/2022 12h48, última modificação 08/03/2022 12h48
Arrombamento de escola preocupa vereador na retomada presencial
Paulo Igo destaca sucesso de mais uma edição do EJAD em Mossoró

Vereador Paulo Igo. Foto: Edilberto Barros/CMM

Mesmo consciente de que o Estado é laico, ou seja, não adota uma religião oficial e não interfere nos assuntos religiosos, o vereador Paulo Igo (Solidariedade), também, entende que essa condição não impede que eventos do setor sejam fortalecidos. Isso posto ele foi à tribuna da Câmara Municipal para enaltecer a realização do Encontro de Jovens da Assembleia de Deus (EJAD), em Mossoró, no período de carnaval. 

Lembrou quando começou a participar do evento na condição de assistente, e na sequência tornou-se, em 2018, um dos seus coordenadores. “Hoje é emocionante acompanhar cerca de dois mil jovens de joelhos adorando ao Senhor e livrando, por exemplo, muitos deles do mundo das drogas”, destacou. O vereador acrescenta que, é esse o jovem que todos querem, caminhando na estrada do bem, aproveitando para agradecer ao Pastor Wendel Miranda pelo apoio. 

Seguindo com seu pronunciamento, Paulo Igo comunicou aos seus pares que protocolou um projeto que tem como objetivo incluir o EJAD no calendário cultural da cidade. “Nosso objetivo é que Mossoró seja reconhecido em todo o Brasil como uma cidade que não tem carnaval, mas tem jovens adorando ao Senhor”, reforça. Entende o vereador que é preciso o apoio do poder Executivo municipal, já que os jovens que participaram do evento ocuparam hotéis e isso representa também o fortalecimento da economia local. 


Arrombamento 

Depois de dois anos com aulas remotas por conta da pandemia do novo coronavírus, o vereador Paulo Igo lamentou que algumas escolas não tenham reunido condições para retomar de forma presencial. Entre elas, destacou ele, a Escola Municipal Maurício Fernandes. “É triste o que aconteceu na escola que foi arrombada e teve vários objetos levados”, lamentou Paulo Igo. O vereador manifestou sua confiança na secretaria de educação que adotará todas as providências para resolver o caso e reabrir a escola alvo recente de dois arrombamentos.  


Pablo Aires reforça alerta para violência contra mulher

por Regy Carte publicado 08/03/2022 12h10, última modificação 08/03/2022 12h10
Vereador lamentou a baixa representatividade na política e alertou para vulnerabilidade e violência
Pablo Aires reforça alerta para violência contra mulher

Vereador Pablo Aires em pronunciamento na sessão desta terça-feira, 8 de março (foto: Edilberto Barros/CMM)

O vereador Pablo Aires (PSB) pediu mais atenção à mulher, em pronunciamento na Câmara Municipal de Mossoró, nesta terça-feira (8), Dia Internacional da Mulher. O parlamentar lamentou a baixa representatividade na política e alertou para vulnerabilidade e violência. Segundo ele, o Dia 8 de Março não é propriamente data comemorativa, mas um dia de conscientização, de luta, de avanços na pauta feminista.

“De 23 cadeiras desta Casa, só três são ocupadas por mulheres. E isso não é por acaso. A maioria que as mulheres carregam (em número) não é só nos espaços, é também nos afazeres e nas obrigações. É essa maioria que cuida dos filhos sozinha, é essa maioria que gerencia a casa e muitas vezes a vida do marido e, apesar disso, é essa mesma maioria que ganha menos por trabalhar mais”, denunciou Pablo Aires, na tribuna.

Segundo o vereador, é essa mesma maioria que o Município não assiste na hora de pôr em prática políticas públicas. “É essa maioria que o Município negligencia na fila dos hospitais e nega uma cirurgia ou uma mamografia, como eu tenho ouvido”, acrescentou.

Feminicídio

Pablo Aires observou ainda que a pandemia de Covid-19 escancarou ainda mais a violência contra a mulher. “A cada seis horas e meia, uma mulher é vítima de feminicídio no Brasil. E essas mulheres não são mortas na rua. São mortas dentro de casa. Muitas vezes pelo marido ou ex-marido, pelo pai, pelo irmão, pelo namorado”, advertiu.

O vereador defendeu garantia de meios para que essas mulheres saiam desses ambientes de abuso, de violência e de vulnerabilidade. “É necessário que o Estado garanta dignidade dessas mulheres e que as vozes que não estão sendo ouvidas sejam pelo menos representadas aqui nesta Casa”, disse.

Nesse contexto, Pablo Aires defendeu votação de Projeto de Lei de autoria do seu mandato, apresentado em julho do ano passado, que garante que mulheres, trans, vítimas de violência doméstica, tenham prioridade na aquisição de residências em programas habitacionais do município. O projeto foi aprovado na sessão de hoje.

Lawrence defende mais proteção à mulher contra violência

por Regy Carte publicado 08/03/2022 12h06, última modificação 08/03/2022 12h06
Vereador apresenta quatro proposições em defesa da mulher
Lawrence defende mais proteção à mulher contra violência

Vereador Lawrence na sessão deste dia 8 de março (foto: Edilberto Barros/CMM)

Neste Dia Internacional da Mulher (8), o presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Lawrence Amorim (Solidariedade), apresentou o Projeto de Lei 24/2022. Lida no plenário e encaminhada às comissões, a proposta institui a Política Municipal de Inclusão das Mulheres Vítimas de Violência Doméstica e Familiar no Mercado de Trabalho.

Na mesma sessão desta terça-feira, o vereador indicou à Prefeitura de Mossoró criação de banco de empregos para mulheres em situação de violência doméstica e familiar. Também reivindicou à gestão municipal reforma da sede do Centro de Referência da Mulher em Mossoró. As duas indicações foram aprovadas no plenário da Câmara.

Lawrence defende ainda a instalação do Programa Maria da Penha na Escola na rede municipal de ensino. O objetivo é educar contra a violência e fomentar mais respeito à mulher. A indicação do parlamentar nesse sentido será votada na sessão plenária desta quarta-feira (9).

Segundo ele, trata-se de um conjunto de ações para dar mais proteção à mulher contra violência e proteger mulheres em situação de vulnerabilidade. “Temos que impedir os casos de violência e oferecer total apoio às vítimas. Esse é um dos compromissos da nossa ação parlamentar”, assegura Lawrence.

Vereadores prestam homenagem a 22 mulheres em solenidade na Câmara

por Amanda Santana Balbi publicado 03/03/2022 13h05, última modificação 03/03/2022 13h16
Evento será realizado no dia 10 de março

A Câmara Municipal de Mossoró vai realizar uma Sessão Solene em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, no dia 10 de março, quinta-feira, às 9h da manhã. A iniciativa da Sessão é da vereadora Larissa Rosado (PSDB), através do requerimento nº 17/2022.

Na ocasião, 22 mulheres que prestaram relevantes serviços à cidade de Mossoró serão homenageadas com títulos, troféus e medalhas. A reitora da Universidade Federal Rural do Semi-Árido, Ludimilla Carvalho, agraciada com a comenda Troféu Reitor “Milton Marques de Medeiros” pelo vereador Lamarque Oliveira (PSC), foi convidada para discursar em nome das homenageadas.

O evento será transmitido ao vivo pela TV Câmara Mossoró (canal 23.2 TCM) e pelo site www.mossoro.rn.leg.br.

Seminário Mulheres 

A solenidade já é uma tradição anual da Câmara Municipal de Mossoró e agora integrará oficialmente o calendário do Poder Legislativo mossoroense através do Seminário Mulheres, Projeto de Resolução nº 07/2021, da vereadora Marleide Cunha (PT), aprovado na sessão ordinária da terça-feira, 22/02.

Pela resolução, fica instituído o Seminário, que deverá ocorrer na semana do dia 08 de março de cada ano. O objetivo é criar um espaço de debate, reflexão e sugestão de políticas públicas que produzam mudanças de atitudes na sociedade e na vida das mulheres. 

No evento, que poderá ser realizado em um ou mais dias, serão destinadas homenagens e honrarias às mulheres. Participarão do Seminário, entidades, organizações, movimentos sociais e populares ligados à temática feminina. 

Veja abaixo a lista das homenageadas: 

Honraria: Medalha de Reconhecimento da CMM

Homenageada: Francisca Elenira Queiroz de Oliveira

Vereador: Marckuty da Maísa

 

Honraria: Medalha do Mérito na Saúde “Dr. Duarte Filho”

Homenageada: Talliana Mirelli Marques Freire de Medeiros Sena 

Vereadora: Carmem Júlia

 

Honraria: Título de Cidadão Mossoroense

Homenageada: Edna Goes Bay de Medeiros

Vereador: Costinha 

 

Honraria: Medalha de Reconhecimento da Câmara Municipal de Mossoró

Homenageada: Kaline da Silva Feitosa

Vereador: Edson Carlos

 

Honraria: Título de Cidadão Mossoroense 

Homenageada: Iolanda Fernandes Castro Fagundes

Vereador: Francisco Carlos

 

Honraria: Título de Cidadão Mossoroense

Homenageada: Roberta Walter Rosado de Sá Costa

Vereador: Francisco Carlos

 

Honraria: Medalha de Reconhecimento da CMM “Celina Guimarães” 

Homenageada: Dalva Pereira Bezerra

Vereador: Genilson Alves

 

Honraria: Medalha do Mérito na Saúde “Dr. Duarte Filho” 

Homenageada: Claudinete de Sousa Pedro

Vereador: Gideon Ismaias

 

Honraria: Medalha de Reconhecimento da Câmara Municipal de Mossoró

Homenageada: Clecivânia Fernandes de Holanda Mariano.

Vereador: Isaac da Casca

 

Honraria: Troféu Reitor “Milton Marques de Medeiros”

Homenageada: Ludimilla Carvalho Serafim de Oliveira

Vereador: Lamarque Oliveira

 

Honraria: Diploma de Honra ao Mérito Feminino “Ana Floriano” da Câmara Municipal de Mossoró

Homenageada: Maria Lucia Lima Ferreira

Vereadora: Larissa Rosado

 

Honraria: Medalha de Reconhecimento da CMM

Homenageada: Jacqueline Morgana Dantas Montenegro

Vereador: Lawrence Amorim

 

Honraria: Medalha do Mérito Servidor Público Municipal da Câmara Municipal de Mossoró

Homenageada: Ana Karina da Silva Freire Nóbrega Araújo

Vereador : Lucas das Malhas

 

Honraria: Título de Cidadão Mossoroense

Homenageada: Michela Katiuscia Calaça Alves dos Santos

Vereadora: Marleide Cunha

 

Honraria: Medalha de Reconhecimento da CMM

Homenageada: Sônia Maria Dantas de Medeiros

Vereador: Naldo Feitosa

 

Honraria: Título de Cidadão Mossoroense

Homenageada: Raimunda Cavalcante Da Silva Ramalho

Vereador Omar Nogueira

 

Honraria: Medalha de Reconhecimento “Celina Guimarães” da CMM

Homenageada: Maria das Graças Barbosa de Lima

Vereador: Pablo Aires

 

Honraria: Medalha de Reconhecimento “Celina Guimarães” da CMM

Homenageada: Antônia Anita da Silva

Vereador: Paulo Igo

 

Honraria: Medalha de Reconhecimento “Celina Guimarães” da CMM

Homenageada: Lidyane Cristina Gomes De Andrade E Souza

Vereador: Raério Araújo

 

Honraria: Medalha de Reconhecimento “Celina Guimarães” da CMM

Homenageada: Magaly Gomes de Holanda Martins

Vereador: Tony Fernandes

 

Honraria: Medalha de Reconhecimento “Celina Guimarães” da CMM

Homenageada: Shyrley Ferreira de Oliveira Lima

Vereador: Wíginis do Gás

 

Honraria: Medalha de Reconhecimento “Celina Guimarães” da CMM

Homenageada: Clorisa Linhares de Vasconcelos Vale

Vereador: Zé Peixeiro


Câmara confirma consenso em Reforma da Previdência

por Regy Carte publicado 25/02/2022 12h01, última modificação 25/02/2022 12h01
Legislativo conclui votação e envia ato para publicação no JOM
Câmara confirma consenso em Reforma da Previdência

Votação da Reforma da Previdência, nesta sexta-feira, 25 (foto Edilberto Barros/CMM)

Com 21 votos favoráveis, a Câmara Municipal de Mossoró aprovou, hoje (25), a redação final do projeto de Emenda à Lei Orgânica do Município nº 01/2022, que estabelece mudanças na Previdência da Prefeitura.

Após concluir a votação em duas sessões extraordinárias, a Mesa Diretora da Casa promulgou a Emenda à Lei Orgânica, de número 11, enviou o Ato à Prefeitura para publicação no Jornal Oficial de Mossoró (JOM).

A Emenda nº 11 resulta do projeto enviado pelo Poder Executivo, em 1º de fevereiro, para adequar a Previdência do Município à Emenda Constitucional n° 103/2019 (Reforma da Previdência Federal).

Consenso

Na votação, o vereador Genilson Alves (Pros), líder do Governo na Câmara, destacou o consenso em torno da matéria, que, apesar de complexa, foi aprovada na Câmara em 25 dias.

“Reconheço a dedicação e a sensibilidade de todos os envolvidos na exaustiva discussão das últimas semanas. Construímos um consenso para diminuir os efeitos do projeto para o servidor”, avaliou.

Vereadora de oposição, Marleide Cunha (PT) seguiu na mesma linha: “Tentamos diminuir ao máximo o impacto para o servidor. Infelizmente, não conseguimos reduzir a contribuição de 14%”, lamenta.

Contudo, espera redução da alíquota no futuro. “Que o Município agora faça a sua parte, como concurso público”, afirmou. Servidores efetivos contribuem com o Previ; já comissionados, com o INSS.

Câmara de Mossoró concluirá Reforma da Previdência nesta sexta-feira

por Regy Carte publicado 24/02/2022 12h40, última modificação 24/02/2022 12h43
Plenário realiza duas sessões extraordinárias, nesta sexta-feira (25)
Câmara de Mossoró concluirá Reforma da Previdência nesta sexta-feira

Plenário da Câmara de Mossoró: sessões extraordinárias, nesta sexta-feira, 24 (foto: Edilberto Barros/Arquivo/CMM)

A Câmara Municipal de Mossoró realizará duas sessões extraordinárias, nesta sexta-feira (25). A primeira, às 9h, para votação em segundo turno do projeto de Emenda à Lei Orgânica do Município nº 01/2022.

De autoria da Prefeitura, a proposta adequa regras do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) de Mossoró à Emenda Constitucional n° 103, de 12 de novembro de 2019 (Reforma da Previdência).

A segunda sessão extraordinária será realizada em seguida, para leitura da redação final do projeto, pois recebeu 11 emendas dos vereadores (a), na primeira votação do texto, no último dia 15.

A votação de amanhã, portanto, cumpre o intervalo regimental de dez dias entre os dois turnos. Simbólica, a segunda votação referendará a anterior. As sessões serão transmitidas ao vivo pela TV Câmara.

Ações do documento